Casemiro diz estar no auge da carreira, elogia Rodrygo e defende Vinicius Jr.

  • Por Jovem Pan
  • 31/10/2019 08h35
ReproduçãoCasemiro está em boa fase no Real Madrid

Titular da seleção brasileira e do Real Madrid, o volante Casemiro afirmou na última quarta-feira (30) estar vivendo o auge da sua carreira e mostrou satisfação com a confiança mostrada pelo técnico Zinédine Zidane em seu futebol.

“Eu jogo os minutos que o treinador pede. Acredito estar vivendo o melhor momento minha da carreira, estou gostando muito do meu futebol e do trabalho que estamos fazendo. No momento em que estou em campo, tento fazer o meu melhor e desfrutar do futebol”, disse o brasileiro de 27 anos, logo após a goleada de 5 a 0 imposta ao Leganés, no Santiago Bernabéu, pela 11ª rodada do Campeonato Espanhol.

O camisa 14 da equipe merengue elogiou a personalidade do jovem atacante Rodrygo, que chegou nesta temporada vindo do Santos e marcou hoje seu primeiro gol como titular no estádio do Real.

“Ele é jovem e temos que começar por aí. Ele tem 18 anos e não precisamos colocar tanta pressão sobre o garoto. Pode-se dizer que ele tem qualidade e que a ‘luta’ entre Vinicius e Rodrygo é importante para o Real Madrid”, disse Casemiro, citando Vinicius Júnior, outro jovem brasileiro do elenco, mas que hoje não ficou nem no banco de reservas.

“Isso é futebol e é o Real Madrid. É preciso sempre lutar pela posição. Aqui estão os melhores. Vinicius no ano passado foi um dos nossos melhores jogadores, este ano Rodrygo está indo muito bem. Isso é o futebol”, afirmou.

Há cinco temporadas no Real Madrid, Casemiro é um dos jogadores mais experientes do elenco. Ele procurou defender Vinicius Júnior, lembrando que o ex-jogador do Flamengo foi um dos destaques do time no último campeonato.

“Seria injusto dizer que (Vinicius) passou de 100 para zero. Para mim no ano passado, era nosso melhor jogador ao lado de Benzema. Mas ele tem 19 anos e você tem que passar tranquilidade para ele como para o Rodrygo. Você não pode colocar tanta pressão sobre eles”, disse o volante brasileiro, apostando na dupla como astros do futebol no futuro.

“São jovens, não podem carregar a posição de estrela do futebol. Certamente em quatro ou cinco anos estarão no seu melhor nível. São grandes jogadores, mostraram no clube que são importantes”, concluiu.

*Com informações do Estadão Conteúdo