Catar manda recado para Fifa sobre possibilidade de aumentar seleções na Copa de 2022

  • Por Jovem Pan
  • 16/01/2019 11h54 - Atualizado em 16/01/2019 11h54
ReproduçãoCatar está se preparando para Copa com 32 seleções

Nasser Al Khater, vice-secretário-geral do Comitê Organizador da Copa do Mundo de 2022, mandou um aviso para a Fifa, nesta quarta-feira (16), durante entrevista coletiva em Doha: “Nenhuma decisão será tomada sem a aprovação do Catar”. O dirigente disse isso porque a Fifa cogita aumentar de 32 para 48 o número de seleções no próximo Mundial. Essa mudança já vai acontecer na Copa de 2026, mas a entidade analisa se é possível antecipá-la.

“No momento em que estamos conversando, estamos nos preparando e trabalhando para uma Copa do Mundo com 32 equipes”, explicou Al Khater. “O importante é que será uma decisão tomada em conjunto”

Por causa do forte calor no Catar, o Mundial de 2022, que será disputado de 21 de novembro a 18 de dezembro, terá a duração de 28 dias, ao invés dos habituais 32, mas a Fifa estuda a possibilidade de ampliar o número de participantes para 48 seleções, algo já definido para a Copa de 2026 nos Estados Unidos, Canadá e México.

“Estamos aguardando os resultados dos estudos de viabilidade. Assim que estiverem prontos, a Fifa os compartilhará conosco para que possamos trabalhar neles”, disse Al Khater. “Com os dados em mãos veremos se é possível ou se não é possível e o que precisaremos mudar, pois teremos numerosos aspectos afetados, caso passe para 48 equipes, como número de estádios, número de dias de competição, etc”.

Sobre o acesso das mulheres aos estádios, o chefe do Comitê Organizador do Mundial-2022 disse que “não haverá nenhuma restrição”, em contraste com o que pode ocorrer na Supercopa da Itália, disputada nesta quarta-feira em Jeddah, na Arábia Saudita, entre Juventus e Milan, que provocou uma polêmica por não permitir o acesso de mulheres não acompanhadas por homens.

“No Catar, não temos restrições ao acesso das mulheres ao estádio. No treino do PSG (Paris Saint-Germain), aberto ao público, havia homens e mulheres, sem restrições”, disse o dirigente. A decisão final sobre o projeto de uma Copa do Mundo com 48 equipes em 2022 será apresentada em março deste ano.

Com Estadão Conteúdo