Champions League: Por que adversário do PSG não é ‘mamão com açúcar’

Atalanta tem o terceiro melhor ataque entre as cinco principais ligas da Europa e vem melhorando o seu desempenho defensivo

  • Por Pedro Sciola
  • 10/07/2020 09h42 - Atualizado em 10/07/2020 10h08
Reprodução A Atalanta eliminou o Valencia nas oitavas de final da Champions League

A Uefa sorteou, na manhã desta sexta-feira (10), os confrontos das quartas de final da Champions League. Comando por Neymar e Mbappé, o Paris Saint-Germain terá pela frente a Atalanta, time de pouca tradição no torneio continental, mas que vive uma excelente fase e pode ser uma “pedra no sapato” para os franceses. O duelo entre as equipes ainda não tem data marcada, mas acontecerá entre os dias 12 e 15 de agosto, em partida única, na cidade de Lisboa, em Portugal.

Nas redes sociais, muitos internautas trataram a Atalanta como adversário “mamão com açúcar” para o PSG. A realidade, entretanto, não é essa. Atualmente, o conjunto italiano é terceiro colocado do Calcio, emplacando uma sequência de 14 jogos de invencibilidade, com 12 vitórias consecutivas e sem perder desde janeiro. Na retomada do futebol no país, o time treinado por Gian Piero Gasperini tem 100% de aproveitamento nos seis embates disputados.

Mais do que os resultados, a Atalanta também é considerada a sensação da temporada europeia devido ao seu estilo ofensivo. No Campeonato Italiano, o time de Bérgamo possui a impressionante marca de 85 gols feitos em apenas 31 rodadas, contabilizando uma média de 2,74 tentos por partida. Para ter uma ideia da facilidade em balançar as redes, o segundo melhor ataque da competição pertence a Lazio, com 67 gols, dezoito a menos.

Em comparação com outros gigantes da Europa, os números da Atalanta também são expressivos. Das cinco principais ligas do continente, o grupo nerazzurri só marcou menos que Bayern de Munique (100 gols em 34 rodadas) e Manchester City (86 vezes em 34 jogos). O PSG, adversário nas quartas da Liga dos Campeões, somou 75 tentos em 27 partidas.

Os nomes de maior destaque na Atalanta são os do argentino Papu Gómez, camisa 10 do time, e de Jospi Ilicic, esloveno que usa a camisa 72. Os artilheiros no nacional, entretanto, são os colombianos Durvan Zapata e Luís Muriel. A quantidade de jogadores decisivos do meio para frente mostra que a equipe possui um jogo coletivo forte, sem depender tanto do individualismo de algum craque.

Divulgação

Ex-São Paulo, Rafaek Toloi está em grande fase na Atalanta

Montada em um esquema com três zagueiros, a Atalanta encanta por ser um time móvel e envolvente, com jogadores que trocam de posição constantemente na frente e que contam com o apoio dos alas Hateboer e Gosen. Atrás, o brasileiro Rafael Toloi, ex-Goiás e São Paulo, é um dos homens de confiança do treinador. O sistema defensivo, inclusive, era apontado como uma das falhas da Atalanta antes da paralisação no futebol devido à pandemia de Covid-19. Gasperini, porém, conseguiu consertar o problema – o time não é vazado há três jogos.

Na atual temporada, os italianos também estão mostrando força contra times grandes. Na fase de grupos da Champions League, a Atalanta até foi goleada pelo City fora de casa, mas conseguiu um valioso empate contra os comandados por Pep Guardiola em Bérgamo. Já nas oitavas, o Valencia não teve chance e acabou sendo derrotado nos dois confrontos (4 a 1 e 3 a 4). Na liga nacional, recentemente, o time vem de vitórias convincentes contra a vice-líder Lazio (3 a 2) e Napoli (2 a 0). No próximo sábado (11), o “teste de fogo” será contra a primeira colocada Juventus, no Allianz Stadium, em Turim.

Desta forma, vale o Paris Saint-Germain ficar de olho para não ver a chance de chegar às semifinais da Champions League não escapar entre os dedos. O time treinador por Thomas Tuchel não entra em campo desde março, já que o Campeonato Francês foi encerrado precocemente. Até o duelo pela Liga dos Campeões, os parisienses só entrarão duas vezes em campo para disputas as finais da Copa da França e da Copa da Liga Francesa.

Quem avançar entre PSG e Atalanta, encara o vencedor de Atlético de Madri e Rb Leipzig na semifinal, também em Lisboa. A grande decisão está agendada para o dia 23 de agosto, no Estádio da Luz.