Chelsea pagou quase R$ 140 milhões para demitir Antonio Conte

  • Por Jovem Pan
  • 07/01/2020 10h27
Divulgação / ChelseaConte foi demitido do Chelsea em julho de 2018

O Chelsea demitiu Antonio Conte em julho de 2018 após o italiano não conseguir levar o time à Champions League. A decisão, de acordo com o último balanço financeiro dos “Blues”, divulgado nesta terça-feira (7), custou 26,6 milhões de libras (aproximadamente R$ 139,2 milhões).

Conte obteve uma passagem de sucesso no Chelsea ao conquistar o Campeonato Inglês (2016/17) e a Copa da Inglaterra (2017/18). O treinador, no entanto, foi desligado da agremiação londrina depois de deixar a equipe na quinta posição da Premier League na temporada 2017/18, fora da zona de classificação para a Liga dos Campeões.

Atualmente na Itália, Conte vem fazendo bom trabalho na Inter de Milão, mantendo o time na liderança do campeonato nacional. O técnico, por outro lado, não conseguiu levar o time às oitavas de final da Champions.

De acordo com informações da “Sky Sports”, o Chelsea gastou cerca de 90 milhões de libras em compensação aos demitidos desde que Roman Abramovich assumiu a presidência do clube, em 2004.

A emissora tentou entrar em contato com os mandatários do Chelsea, mas não obteve resposta.