CR7 é convocado por Portugal para decisões da Eliminatórias da Euro; João Félix é baixa

  • Por Jovem Pan
  • 07/11/2019 15h24
EFE/EPA/MARIO CRUZCristiano Ronaldo em ação pela seleção portuguesa

Atual campeão continental, Portugal teve uma lista de 25 jogadores convocados pelo técnico Fernando Santos nesta quinta-feira para as suas duas últimas partidas pelo Grupo B das Eliminatórias da Eurocopa de 2020. Na luta para assegurar lugar na competição, que ocorrerá em 12 diferentes países, a seleção portuguesa fará jogos decisivos contra a Lituânia, em casa, no dia 14 de novembro, e diante de Luxemburgo, como visitante, no dia 17.

A principal novidade da listagem foi a volta do atacante Éder, herói do título da Euro de 2016, quando fez, na prorrogação, o gol da vitória sobre a anfitriã França na final. O jogador do Lokomotiv Moscou não vinha sendo chamado, mas acabou ganhando uma nova chance de defender a equipe nacional por causa de algumas baixas importantes do setor ofensivo para estes dois próximos compromissos.

Os atacantes João Félix, do Atlético de Madrid, e Gonçalo Guedes, do Valencia, presentes com frequências nas convocações de Portugal, desta vez não puderam ser incluídos nesta lista por estarem lesionados. O fato abriu espaço também para que Fernando Santos confirmasse nomes como os de Diogo Jota, do Wolverhampton, e Gonçalo Paciência, do Eintracht Frankfurt, entre os chamados para o ataque.

Como não poderia ser diferente, o principal destaque desta convocação de Portugal é Cristiano Ronaldo, que na última quarta-feira ajudou a Juventus a vencer o Lokomotiv, por 2 a 1, em Moscou, e assegurar classificação às oitavas de final da Liga dos Campeões. André Silva, outro atleta do Eintracht, foi o outro atacante lembrado para estes dois próximos confrontos das Eliminatórias.

Apenas os dois primeiros colocados de cada chave garantem vaga direta na Eurocopa de 2020 e hoje Portugal ocupa a vice-liderança do Grupo B, com 11 pontos, oito atrás da surpreendente e já classificada Ucrânia. E a Sérvia, terceira colocada, está logo atrás dos portugueses, com 10 pontos, e fará duas partidas em casa nestas rodadas finais. Primeiro pegará Luxemburgo no dia 14 e depois fechará campanha contra os ucranianos no dia 17.

Ao projetar estes dois duelos decisivos que a seleção lusitana terá pela frente, Fernando Santos destacou nesta quinta-feira, em entrevista coletiva: “A estratégia é ganhar. A estratégia é marcar gols e não deixar que o adversário marque”. Em seguida, o comandante exibiu confiança. “Vamos estar no Campeonato da Europa de 2020. Vamos ganhar estes dois jogos e vamos lá estar”, prometeu.

O treinador também minimizou a importância do fato de que Portugal não tem mais chances de terminar a sua campanha como líder do Grupo B, no qual defendia a condição de principal favorito, mas em que conseguiu vencer apenas três dos seis confrontos que realizou até agora – também acumulou dois empates e uma derrota, sofrida na rodada passada para a Ucrânia, por 2 a 1, em 14 de outubro, fora de casa.

“Sempre dissemos que queríamos ficar no primeiro lugar do grupo. Não aconteceu, mas isso não é estranho ao futebol português. Já chegamos às fases finais e fizemos campanhas brilhantes sem acabarmos em primeiro do grupo”, lembrou Fernando Santos, se referindo à conquista de classificações para outras edições da Eurocopa.

Confira a convocação da seleção portuguesa:

Goleiros – Beto (Göztepe-TUR), José Sá (Olympiacos) e Rui Patrício (Wolverhampton).

Defensores – Ricardo Pereira (Leicester), Nélson Semedo (Barcelona), José Fonte (Lille), Pepe (Porto), Rúben Dias (Benfica), Rúben Semedo (Olympiacos), Raphael Guerreiro (Borussia Dortmund) e Mário Rui (Napoli).

Meio-campistas – Danilo Pereira (Porto), Rúben Neves (Wolverhampton), Bruno Fernandes (Sporting), Bernardo Silva (Manchester City), João Mário (Lokomotiv Moscou), João Moutinho (Wolverhampton) e Pizzi (Benfica).

Atacantes – Bruma (PSV), Daniele Podence (Olympiacos), Diogo Jota (Wolverhampton), André Silva (Eintracht Frankfurt), Cristiano Ronaldo (Juventus), Gonçalo Paciência (Eintracht Frankfurt) e Éder (Lokomotiv Moscou).