CR7 é expulso e chora em estreia na Champions pela Juve: ‘eu não fiz nada!’

  • Por Jovem Pan
  • 19/09/2018 17h04
Juan Carlos Cárdenas/EFECristiano Ronaldo não segurou as lágrimas ao ser expulso aos 29 minutos do primeiro tempo do jogo entre Valencia e Juventus

O maior artilheiro da história da Liga dos Campeões da Europa certamente não conseguirá dormir nesta noite. Em sua estreia pela Juventus na competição continental, Cristiano Ronaldo foi participativo, levou perigo ao gol do Valencia, mas só ficou em campo até os 29 minutos do primeiro tempo.

Após se enroscar na área e fazer dura cobrança ao zagueiro Murillo, o português foi expulso pelo árbitro Felix Brych. A justificativa apresentada pelo alemão foi a de uma suposta agressão do camisa 7 ao colombiano – pelas câmeras, é possível ver o atacante irritado com uma suposta simulação do rival e tocando a cabeça dele com uma das mãos.

Cristiano recebeu o cartão vermelho direto e não se conformou. Reclamou com veemência e até chorou em campo. Ao se dirigir aos vestiários, parou no túnel de acesso e lamentou muito, equilibrando-se nas escadas do Estádio Mestalla com a cabeça apoiada na lona. Antes, ainda dentro de campo, foi flagrado dizendo a seguinte frase: “eu não fiz nada”.

Para o comentarista Bruno Prado, da Rádio Jovem Pan, a expulsão foi “no mínimo exagerada”. “Ele passa a mão na cabeça do Murillo, mas, para mim, não aconteceu nada. Foi um exagero total da arbitragem. Eu não vi agressão do Cristiano Ronaldo”, analisou.

Mesmo com um jogador a menos, a Juventus venceu o Valencia por 2 a 0. Pjanic anotou os dois gols, ambos de pênalti.