Final da Copa da Liga Francesa entre PSG e Lyon é adiada devido ao coronavírus

  • Por Jovem Pan
  • 11/03/2020 09h55 - Atualizado em 11/03/2020 09h57
Reprodução/PSGO PSG venceu o Lyon por 4 a 2 no Francês

O surto global do novo coronavírus, denominado Covid-19, provocou mais mudanças no futebol nesta quarta-feira. Desta vez na França. Um dia depois de anunciar portões fechados em todos os jogos da primeira e da segunda divisões do Campeonato Francês até o próximo dia 15 de abril, a Federação Francesa de Futebol (FFF, na sigla em francês), junto com a Liga de Futebol Profissional (LFP), anunciou o adiamento da final da Copa da Liga Francesa entre Paris Saint-Germain e Lyon, que estava marcada para 4 de abril.

“Uma nova data será agendada dependendo da evolução da situação sanitária por conta da epidemia do Covid-19 e do futuro dos dois clubes nas competições europeias”, informou as entidades em um comunicado oficial emitido nesta quarta-feira.

Tanto o Paris Saint-Germain quanto o Lyon estão nas oitavas de final da Liga dos Campeões. O time de Paris jogará nesta quarta-feira contra o Borussia Dortmund, em Paris, com o estádio Parque dos Príncipes sem torcida. O de Lyon viajará até Turim, na Itália, para encarar a Juventus na próxima terça.

No início desta semana, o governo francês determinou que qualquer evento no país, e isso vale para o esporte, não pode ter mais de 1.000 pessoas para tentar conter a disseminação da doença. Até agora 1.784 foram infectadas pelo coronavírus e 33 morreram.

SINDICATO

A preocupação com o Covid-19 é em toda Europa. Os sindicatos italiano e espanhol de jogadores profissionais de futebol enviaram à Uefa um comunicado conjunto solicitando o adiamento de jogos entre equipes dos dois países.

“A Associação de Futebolistas Italianos (AIC) e a Associação de Futebolistas Espanhóis (AFE), diante da gravíssima situação que afeta toda a sociedade em geral, e especialmente a de ambos os países, desejam declarar conjuntamente o seguinte”, começou o comunicado, no qual são enunciados sete pontos.

“As viagens entre Itália e Espanha e vice-versa, nas próximas semanas, serão previsivelmente ainda mais perigosas e complicadas. Portanto, o risco envolvido em disputar partidas na Itália e na Espanha é mais do que evidente, elas seriam disputadas em condições de emergência nacional por parte dos dois países”, disse.

A Espanha tem mais de 1.600 casos de coronavírus e 36 mortos. Madri proibiu entre 11 e 25 de março todos os “voos diretos entre qualquer aeroporto localizado na Itália e qualquer aeroporto localizado na Espanha”. A Itália é o segundo país no mundo mais afetado pela epidemia, atrás da China, origem do Covid-19, com 463 mortes e mais de 9.000 casos, segundo o último balanço.

*Com informações do Estadão Conteúdo