Firmino decide, Liverpool bate o Flamengo e é campeão do mundo

  • Por Jovem Pan
  • 21/12/2019 17h06 - Atualizado em 21/12/2019 17h49
Divulgação/FifaRoberto Firmino marcou para o Liverpool diante do Flamengo

O Liverpool é campeão do mundo! Na tarde deste sábado (21), os Reds sofreram com a boa atuação do Flamengo, mas venceram os brasileiros por 1 a 0 na prorrogação e conquistaram a taça do Mundial de Clubes pela primeira vez em sua história. Roberto Firmino marcou o único gol da partida no Khalifa International Stadium, em Doha, no Catar.

Os comandados de Jurgen Klopp iniciaram a todo vapor, criando três boas chances para marcar. O Fla, no entanto, tomou as rédeas do confronto e terminou a etapa inicial melhor, mas sem balançar a rede. No segundo tempo, europeus e sul-americanos fizeram um duelo equilibrado, mas o zero no placar persistiu nos 90 minutos. Na prorrogação, os ingleses foram amplamente superiores e contaram com o poder decisivo de Roberto Firmino para ganhar o torneio de forma inédita.

Desta forma, o futebol sul-americano chega a sete anos sem um título do Mundial de Clubes. O último campeão da competição que veio da América do Sul foi o Corinthians, quando ganhou do Chelsea, em 2012.

Flamengo domina após levar sustos 

O Liverpool impôs um ritmo muito forte no começo da partida, adiantando as suas linhas e pressionando a saída de bola. Utilizando os lançamentos nas costas dos flamenguistas, a equipe britânica quase abriu o placar no minuto inicial, quando Roberto Firmino recebeu de Alexander-Arnold e, na cara de Diego Alves bateu por cima. Aos 4, foi a vez de Salah ser lançado em profundidade e ajeitar para Keita, que também desperdiçou boa chance.

Lateral-direito dos Reds, Arnold voltou a aparecer bem na sequência, quando recebeu cruzado, rente ao poste direito. O ala, no entanto, passou a ter mais dificuldades depois da blitz inicial do Liverpool, que durou dez minutos. Isto, porque o Flamengo equilibrou a partida e passou a utilizar justamente a região do campo do jovem atleta inglês.

O Rubro-negro passou a ganhar mais bolas no meio-campo, ocupar o campo de ataque e investir pelo lado de Bruno Henrique, na esquerda. Por ali, o atacante cruzou bola perigosa à frente da meta do Alisson e foi travado após bom lançamento em profundidade. Em cima dos britânicos, o Fla também chegou tabela por dentro com Gabigol e Bruno Henrique. Melhor no jogo, o Flamengo terminou a etapa inicial com mais posse (58% a 42) e finalizações (6 a 3), apesar do Liverpool ter criado as melhores oportunidades.

Everton Ribeiro, do Flamengo, desarma Keita, do Liverpool no Mundial de Clubes

Lá e cá: Liverpool martela, e rubro-negro responde

O retorno do intervalo foi extremamente emocionante. Novamente no primeiro minuto, Roberto Firmino perdeu grande chance ao dar um chapéu em Rodrigo Caio e, de frente para o goleiro, acertar o poste esquerdo. Em seguida, foi a vez de Salah receber cruzamento rasteiro de Arnold e bater lambendo a trave.

Imediatamente, o Flamengo deu resposta com Gabriel Barbosa, que assustou os britânicos em duas oportunidades. Na primeira, o camisa 9 bateu por cima da meta, enquanto na segunda o atacante fez Alisson praticar bela defesa.

Partida fica aberta no Khalifa

Depois de um início eletrizante, a partida entre Liverpool e Flamengo ficou completamente aberta, com as duas equipes partindo para o ataque. Os goleiros, no entanto, tiveram momentos de descanso, com as defesas se sobressaindo aos ataques. A exceção foi um belo arremate de Henderson de fora da área, que exigiu defesa plástica de Diego Alves.

Van Dijk marcando Arrascaeta na final do Mundial de Clubes entre Liverpool e Flamengo

Com auxílio do VAR, Flamengo se livra de pênalti no fim 

Nos acréscimos da partida, um lance duvidoso deixou o clima no Khalifa International Stadium. Mané foi acionado por Roberto Firmino, preparou o arremate e cai dentro da área. Automaticamente, o árbitro apitou para a marca da cal, gerando muita revolta nos flamenguistas. Depois de utilizar o VAR (árbitro de vídeo), o juiz Abdulrahman Al Jassim voltou atrás e sequer falta deu. A jogada foi a última interessante do duelo, que foi para a prorrogação.

Liverpool marca com Roberto Firmino 

Na prorrogação, o Liverpool sobrou no primeiro tempo e abriu placar com Roberto Firmino em contra-ataque. Henderson lançou em profundidade para Mané, que ajeitou na medida para o brasileiro cortar a marcação estufar a rede. Na sequência, o time de Klopp tentou liquidar o jogo com Van Dijk e Salah, mas pararam em Diego Alves.

Gabigol perde a chance de levar para os pênaltis 

Na segunda etapa da prorrogação, Gabriel Barbosa teve grande oportunidade para deixar tudo igual e levar para as penalidades. Dentro da área, o atacante bateu de canhota para fora. No fim, o Liverpool controlou bem os ímpetos dos cariocas para ganhar o seu primeiro troféu do Mundial.

FICHA TÉCNICA

LIVERPOOL 0 X 1 FLAMENGO 

Liverpool: Alisson; Alexander-Arnold, Gomez, Van Dijk e Robertson; Henderson, Keita (Miner) e Oxlade-Chamberlain (Lallana); Mané, Salah (Shaqiri) e Roberto Firmino (Origi).

Treinador: Jurgen Klopp.

Flamengo: Diego Alves; Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís; Willian Arão (Berrío), Gerson (Lincoln), Arrascaeta (Vitinho) e Everton Ribeiro (Diego); Bruno Henrique e Gabriel Barbosa.

Treinador: Jorge Jesus.

Gol: Roberto Firmino, aos 8 minutos do 1º tempo da prorrogação (Liverpool)

Cartões amarelos: Sadio Mané, Mohamed Salah, Roberto Firmino e Milner (Liverpool); Vitinho e Diego(Flamengo)