Futebol brasileiro tem recorde de casos de racismo em 2019, diz relatório

  • Por Jovem Pan
  • 27/11/2019 11h38
Pedro H. Tesch/Brazil Photo Press/FolhapressAranha, ex-goleiro do Santos, foi alvo de racismo por parte da torcida do Grêmio, em 2014

O Observatório da Discriminação Racial no Futebol divulgou uma parcial do relatório que computa o número de casos de racismo no futebol brasileiro. De acordo com o documento, o Brasil registrou um recorde em 2019, com 53 episódios de injúria racial.

Restando ainda algumas semana para o final da temporada, o índice de 2019 já supera a marca do ano passado – pior desde o início do levantamento -, quando 44 casos foram registrados.

O relatório também mostra que 13 brasileiros foram alvos de racismo no exterior. Taison e Dentino, atacantes do Shakhtar Donetsk, são alguns deles.

O Observatório divulga a quantidade de casos desde 2014, quando 20 casos foram registrados. Desde então, os números costumam subir: 35 (2015), 25 (2016), 43 (2017) e 44 (2018).