Jogador brasileiro de futsal denuncia racismo em jogo do Campeonato Espanhol

  • Por Jovem Pan
  • 24/02/2020 12h47
Reprodução/TwitterDiego Nunes foi alvo de racismo na Espanha

O jogador brasileiro de futsal Diego Nunes, que defende o Palma Futsal, afirmou neste domingo (23) que foi alvo de manifestações racistas durante o jogo deste sábado (22) com o Emotion Zaragoza, válido pelo Campeonato Espanhol de Futsal.

“Quando acabou a partida havia um senhor, para não dizer outra coisa, que estava do lado de cinco ou seis crianças. Ele começou a ofender nosso time e disse diretamente para mim ‘macaco de merda'”, afirmou o jogador, em vídeo publicado nas redes sociais.

“Repetiu duas vezes e, na terceira, me virei para ele e fui dizer que não falasse isso, que racismo não, que não era aceitável e nem tolerável. Ele repetiu outras duas vezes e, depois, vieram os pais de outras crianças defendê-lo”, completou.

Diego, que defende o Palma Futsal desde 2018 e que no mês passado renovou o contrato com o clube até 2023, lamentou o caso, mas admitiu que não se trata de uma novidade nas quadras espanholas.

“Quero dizer que isso não é aceitável, embora seja a terceira vez que acontece neste ano. Gostaria de deixar meu apoio a quem passa por isso todos os dias”, concluiu o brasileiro.

*Com EFE