Inter de Milão goleia Shakhtar por 5 a 0 e enfrenta Sevilla na final da Liga Europa

Lautaro Martínez, D’Ambrosio e Lukaku fizeram os gols do time comandado por Antonio Conte

  • Por Jovem Pan
  • 17/08/2020 19h05 - Atualizado em 17/08/2020 19h05
EFE/EPA/LARS BARONJogadores da Inter comemoram gol sobre o Shakhtar Donetsk

A Inter de Milão goleou o Shakhtar Donetsk nesta segunda-feira, e se garantiu na final da Liga Europa, marcada para a próxima sexta. A equipe de Antonio Conte aplicou 5 a 0 no time ucraniano em Düsseldorf, na Alemanha, e se credenciou para enfrentar o Sevilla, que despachou o Manchester United de virada na outra semifinal.

Embalado desde a retomada do futebol na Europa, a Inter mostrou mais uma vez que não costuma desperdiçar oportunidades no ataque, ao mesmo tempo em que falta pouco na defesa. Assim, como uma zaga sólida, aproveitou os vacilos do rival atrás e abriu o placar aos 18 minutos.

O goleiro Andriy Pyatov errou a saída de bola e iniciou a jogada do gol italiano. Nicolo Barella ganhou a dividida, avançou pela direita e cruzou na cabela de Lautaro Martínez, que cabeceou firme no canto – 1 a 0. A vantagem da Inter quase aumentou aos 33, novamente em jogada de Barella. Ele chegou com perigo na área e encheu o pé. Surpreso, Pyatov espalmou como deu e quase aceitou.

Atuando no contra-ataque, a Inter mantinha apenas Lautaro mais avançado, enquanto Lukaku aparecia logo atrás, para surpreender a defesa. Mais preocupado em manter a vantagem no placar, o time italiano terminou o primeiro tempo sem correr mais riscos. Até que desandou a fazer gols na etapa final.

O placar voltou a ser alterado aos 18 minutos. Após cobrança de escanteio na área, D’Ambrosio surgiu na segunda trave para cabecear para as redes. Dez minutos depois, mais um erro na saída de bola do time ucraniano. Laurato aproveitou o vacilo e, sem hesitar, bateu da entrada da área para anotar o terceiro gol dos italianos.

Os últimos dois gols foram marcados pelo belga Lukaku. Aos 32, ele recebeu assistência de Lautaro e mandou para as redes, com facilidade. Cinco minutos depois, ele recebeu na intermediária, partiu para cima dos marcadores, sem chance de ser parado, entrou na área e bateu na saída do goleiro, selando a goleada.

* Com Estadão Conteúdo