Joia norueguesa estreia com 3 gols e comanda virada do Dortmund no Alemão

  • Por Jovem Pan
  • 18/01/2020 15h23
EFE/EPA/TIMM SCHAMBERGER

Uma das principais promessas do futebol mundial, o norueguês Erling Braut Haaland, de apenas 19 anos, estreou de maneira espetacular com a camisa do Borussia Dortmund. Vindo do banco de reservas, o jovem marcou três gols em 20 minutos e foi decisivo para a vitória de virada por 5 a 3 sobre o Augsburg neste sábado, fora de casa, pela 18ª rodada do Campeonato Alemão

Com o triunfo, o Borussia Dortmund se manteve em quarto lugar, dentro da zona de classificação à Liga dos Campeões, com os mesmos 33 pontos do Bayern de Munique, mas atrás do rival bávaro pelo critério de desempate. O Augsburg é o décimo, com 23 pontos

Haaland entrou em campo aos 11 minutos da etapa final, quando o Dortmund perdia por 3 a 1 – dois gols de Florian Niederlechner e outro de Richter para os donos da casa e um de Brandt a favor dos visitantes.

O norueguês, contratado junto ao Red Bull Salzburg nesta janela de transferências, precisou de três minutos para apresentar seu cartão de visitas, ao marcar o primeiro gol, e de 20 para mudar completamente o cenário do jogo. Ele balançou as redes pela primeira vez aos 14 minutos, anotou o segundo aos 25 e selou o triunfo aos 34. O inglês Sancho também foi às redes.

Haaland segue, assim, quebrando tabus. Ele se tornou o jogador mais jovem a marcar três gols em uma única partida na Liga Alemã desde que o campeonato passou a representar a Alemanha unificada Na temporada passada, o norueguês ganhou projeção ao se transformar no terceiro atleta mais jovem a balançar as redes três vezes em uma partida da Liga dos Campeões da Europa. Ele conseguiu a façanha aos 19 anos e 58 dias.

Outros jogos

Nos outros quatro jogos já encerrados da 18ª rodada da competição neste sábado, Eintracht Frankfurt (11º) derrotou o Hoffenheim (oitavo) por 2 a 1, o Werder Bremen (16º) superou o vice-lanterna Fortuna Düsseldorf por 1 a 0 e o Freiburg (sexto) venceu o Mainz (15º) por 2 a 1.

*Com informações de Estadão Conteúdo