Justiça da França arquiva denúncia a Neymar por agressão a torcedor

  • Por Jovem Pan
  • 05/11/2019 10h16
ReproduçãoNeymar foi provocado e reagiu com agressão

A Justiça da França arquivou a denúncia de um torcedor do Rennes contra o atacante Neymar, por um incidente no mês de abril, quando o brasileiro do Paris Saint-Germain lhe deu um soco durante a cerimônia de premiação da Copa da França.

O jornal “L’Équipe” revelou na segunda-feira que o Ministério Público do Tribunal de Bobigny, cidade nos arredores de Paris, decidiu arquivar o caso depois de receber os testemunhos coletados pela polícia. Neymar ganhou uma simples advertência.

No dia 21 de outubro, o promotor Emmanuel Kern notificou o advogado do torcedor sobre a decisão.

Identificado como Nelson, o torcedor insultava os jogadores do clube parisiense – que havia perdido o título nos pênaltis -, e gritou para Neymar: “vá aprender a jogar futebol”. O atacante virou-se e lhe deu um soco no rosto.

Após sua denúncia, apoiada pelas imagens gravadas com o celular, Nelson prestou depoimento em agosto, com Neymar sendo ouvido no mês seguinte.

O advogado do torcedor, Philippe Ohayon, reclamou do processo e disse que, se tivesse sido seu cliente e agredir um jogador, teria sido banido dos estádios e condenado a uma pena isenta ou não de cumprimento atrás das grades.

Já a Justiça Desportiva puniu Neymar com uma suspensão de três jogos, aos quais poderiam ser acrescentadas mais duas partidas em caso de reincidência.

*Com informações da EFE