Juventus sofre virada e adia conquista de oitavo título italiano consecutivo

  • Por Jovem Pan
  • 13/04/2019 13h30 - Atualizado em 13/04/2019 13h38
EFEJogadores do SPAL comemoram a vitória sobre a Juventus na cidade de Ferrara

A Juventus poderia conquistar mais um título do Campeonato Italiano, o oitavo seguido, neste sábado (13). No entanto, a equipe de Turim que precisava de apenas um empate, acabou sendo surpreendida pelo SPAL, que venceu de virada por 2 a 1, e desperdiçou a primeira oportunidade de se sagrar campeã nacional.

Com o resultado, a Juventus manteve os 20 pontos de vantagem (84 a 64) sobre o segundo colocado Napoli, ainda pode conquistar o título na 32ª rodada – para isso acontecer o vice-líder não poderá vencer o lanterna e quase rebaixado Chievo Verona neste domingo (14), às 13 horas (horário de Brasília).

Mas caso o Napoli conquiste a vitória, a Juventus poderá ser campeã diante de sua torcida, em Turim, no próximo sábado (20), com ao menos um empate diante da Fiorentina, pela 33ª rodada do Campeonato Italiano – antes disso, o time de Turim entra em campo pelas quartas de final da Liga dos Campeões, terça-feira (16), para encarar o Ajax.

O jogo

Devido a disputa na Liga dos Campeões, o técnico Massimiliano Allegri decidiu poupar a maioria de seus titulares, dentre eles a maior estrela da equipe, Cristiano Ronaldo. E foi uma das promessas do time, o italiano Moise Kean, de 19 anos, que abriu o placar aos 30 minutos do primeiro tempo. Foi seu sexto gol em oito jogos com a camisa da Juventus, mostrando ser uma boa opção para eventualmente substituir Cristiano Ronaldo ou o croata Mario Mandzukic.

Mas a falta de entrosamento do time da Juventus, aliado à disposição do SPAL em buscar pontos para fugir do risco de rebaixamento, custou a chance de título neste sábado. O time da casa pressionou no segundo tempo e logo aos quatro minutos Kevin Bonifazi empatou de cabeça após escanteio da direita. Mais tarde, aos 29, o centroavante Sergio Floccari recebeu na entrada da área e tirou o goleiro Mattia Perin na hora do chute para decretar a virada.

Com informações de Agência Estado