Lazio vence a Juventus e fatura a Supercopa da Itália pela quinta vez

  • Por Jovem Pan
  • 22/12/2019 17h05
EFE/EPA/FARIS GHAITH

A Lazio reforçou neste domingo a fama de ser a algoz da Juventus. O time da capital italiana, o único a superar a equipe de Turim no Campeonato Italiano nesta temporada, voltou a vencer o rival por 3 a 1, no estádio King Saud University, em Riad, na Arábia Saudita, e ficou com o título da Supercopa da Itália.

A competição opõe o campeão nacional e o vencedor da Copa da Itália e é disputada em jogo único. A Juventus, apesar do revés neste ano, segue como o clube que mais venceu, com oito troféus em 15 participações. A Lazio, com cinco taças em oito disputadas, é a terceira mais vitoriosa ao lado da Inter de Milão. O Milan é o segundo da lista, com sete títulos.

A Supercopa da Itália foi jogada pela segunda vez na Arábia Saudita, que já havia sido sede no ano passado, quando a Juventus levou o título contra o Milan. É comum que a disputa seja fora da Itália. Além do país do Oriente Médio, Líbia, Estados Unidos, China e Catar também fora palco da decisão.

O duelo em Riad foi franco e marcado pelo equilíbrio. A diferença a favor da Lazio foi a maior eficiência nas oportunidades que criou. Um dos melhores da partida, o meia espanhol Luis Alberto abriu o caminho para o triunfo aos 15 minutos do primeiro tempo. No lance, ele recebeu de Milikovic-Savic no meio da área e deslocou o goleiro polonês Szczesny.

Momentos antes do intervalo, Paulo Dybala empatou. Meia O argentino aproveitou rebote do chute rasteiro de Cristiano Ronaldo defendido por Strakosha e mandou para o gol, renovando a esperança do time do técnico Maurizio Sarri.

O jogo caminhou tenso e equilibrado até cerca da metade do segundo tempo. Os dois oponentes criaram chances e ficaram perto de marcar. Cristiano Ronaldo quase balançou as redes em arremate potente de fora da área e, pelo outro lado, o artilheiro Ciro Immobile foi perigoso.

A Lazio voltou a ficar à frente do placar aos 27 minutos. O gol saiu dos pés do capitão Lulic. Lazzari cruzou, Parolo desviou de cabeça e a bola ficou no jeito para o meia bósnio bater de primeira no ângulo oposto ao de Szczesny.

No final, a Juventus se lançou ao ataque em busca do empate, mas não teve êxito. Pelo contrário. Ficou com um menos depois que o uruguaio Bentancur foi expulso e ainda levou o terceiro gol, marcado por Cataldi nos acréscimos, em linda cobrança de falta que encontrou o ângulo esquerdo alto da meta do time de Turim.

*Com informações de Estadão Conteúdo