Maradona pode ser punido por criticar Trump e homenagear Maduro

  • Por Jovem Pan
  • 03/04/2019 08h56
Querétaro/ DivulgaçãoMaradona foi polêmico em entrevista coletiva após jogo

A Liga Mexicana de Futebol pode punir Diego Maradona, técnico do Dorados de Sinaloa, por causa de declarações políticas. Ele homenageou o líder venezuelano Nicolás Maduro e criticou o presidente americano Donald Trump.

Maradona fez os comentários após a partida do último domingo (31), quando a equipe dele venceu o Tampico Madero. Primeiro ele disse que Trump é um “fantoche” e depois elogiou Maduro.

“Quero dedicar a vitória a Nicolás Maduro e à toda Venezuela, que está sofrendo, pois os xerifes do mundo, que são os ianques, por terem a maior bomba do mundo, acreditam que podem nos conduzir”, afirmou Maradona.

Nesta quarta-feira (3), a liga mexicana abriu um inquérito: “um procedimento de investigação foi aberto para uma suposta violação do Código de Ética da FMF pelas declarações públicas divulgadas em uma entrevista coletiva no final da partida do último dia 31 de março”.

O Código de Ética afirma que todos os membros da Liga Mexicana são proibidos de fazer comentários políticos em qualquer evento do futebol mexicano.

Com EFE