Messi, CR7 e Van Dijk são indicados ao prêmio de Jogador do Ano da Uefa

  • Por Jovem Pan
  • 15/08/2019 09h59
Reprodução/UEFAMessi, Cristiano Ronaldo e Van Dijk são os três indicados ao prêmio da UEFA

A Uefa anunciou nesta quinta-feira (15) os três finalistas do prêmio “Jogador do Ano”. Lionel Messi (Barcelona), Cristiano Ronaldo (Juventus) e Van Dijk (Liverpool) concorrem na categoria masculina.

O brasileiro Alisson, do Liverpool, ficou na quarta posição, despachando nomes importantes, com Mbappé (PSG) e Mohamed Salah, seu próprio companheiro de clube. Fora da disputa, o jogador concorre com Lloris (Tottenham) e Ter Stegen (Barcelona) ao posto de melhor goleiro.

O prêmio também contempla o melhor atleta da temporada 2018/19. No entanto, diferente do “Fifa The Best”, o “Jogador do Ano” é distribuído pela Uefa. O atual vencedor é o croata Luka Modric.

Na categoria feminina, Marta não chegou à lista final, que conta com Lucy Bronze, Ada Hegerberg e Amandine Henry.

O vencedor será anunciado no dia 29 de agosto, durante o sorteio para a fase de grupos da nova temporada da Liga dos Campeões.

Confira os outros prêmios da Uefa:

– Melhor defensor da temporada: Alexander-Arnold (Liverpool), Matthijs de Ligt (Juventus), Virgil van Dijk (Liverpool)

– Melhor meia da temporada: Frenkie de Jong (Barcelona), Christian Eriksen (Tottenham) e Henderson (Liverpool)

– Melhor atacante da temporada: Mané (Liverpool), Messi (Barcelona) e Cristiano Ronaldo (Juventus)

– Melhor jogador da Liga Europa: Giroud (Chelsea), Hazard (Real Madrid) e Jovic (Real Madrid)

O que os indicados fizeram? 

Lionel Messi 

Mesmo sem conseguir levar o time catalão ao título da Liga dos Campeões, Messi foi responsável por atuações extraordinárias e detém a marca de 51 gols e 22 assistências em 50 jogos pela equipe blaugrana.

Ele foi o principal nome na conquista do Campeonato Espanhol e ganhou o prêmio “Chuteira de Ouro”, entregue ao artilheiro das ligas europeias.

Pela seleção argentina, Messi não fez uma Copa América excelente. Ainda assim, foi o principal nome do time treinado por Lionel Scaloni, que perdeu a semifinal para o Brasil e acabou na terceira posição.

Cristiano Ronaldo

O camisa 7 costuma rivalizar com Messi, mas parece estar distante da conquista neste ano. Em sua primeira temporada pela Juventus, Cristiano Ronaldo, conhecido pelas suas marcas fantásticas, teve o seu pior número de gols da última década.

Em fase de adaptação, o português balançou as redes 28 vezes e computou 10 assistências em 43 partidas pela Juve. Mesmo com as marcas modestas para o seu padrão, o “Robozão” foi o artilheiro do time no título do Campeonato Italiano e anotou o tento da vitória na decisão da Supercopa Itália, contra o Milan.

Pela seleção, Cristiano Ronaldo ajudou Portugal a vencer o inédito título da Liga das Nações.

Van Dijk

Van Dijk foi o pilar do sistema defensivo do Liverpool, campeão da Liga dos Campeões da Europa e vice-colocado da Premier League.

O holandês notabilizou-se por não ser driblado nesta temporada e ganhou o prêmio de melhor jogador do badalado Campeonato Inglês. Forte no cabeceio, Van Dijk marcou seis tentos e ainda deu quatro assistências