Messi lembra desejo de sair do Barcelona: ‘Me sentia maltratado na Espanha’

  • Por Jovem Pan
  • 09/10/2019 09h59
Alessandro Di Marco/EFELionel Messi durante partida do Barcelona contra a Juventus

Lionel Messi é um jogador de poucas palavras e que raramente concede entrevista. No entanto, em conversa com a “RAC1”, o argentino soltou várias bombas. Além de ter comentado a novela Neymar, o craque revelou que pensou em deixar o Barcelona. A situação aconteceu após ele ter sido condenado pela justiça espanhola por fraude, em 2016.

Em trecho divulgado nesta quarta-feira (9), o camisa 10 do Barça contou que se sentia maltratado na Espanha.

“Quando tive todos os problemas com o Tesouro, pensei sinceramente em ir embora. Não porque queria deixar o Barça, mas porque queria deixar a Espanha. Senti que estava sendo muito maltratado e não queria mais estar aqui. Era uma situação que ia além o que sinto por este clube, por esta casa, tem a ver com o que eu vivia em um nível pessoal”, disse.

“Embora eu nunca tivesse uma oferta oficial, porque todos sabiam do meu desejo de continuar em Barcelona, ​​eu tinha as portas abertas de muitas equipes”, continuou Messi.

Em julho de 2016, Messi foi sentenciado a 21 meses de prisão, com multa de 252.000 euros, por uma suposta fraude ao Tesouro espanhol de 4,16 milhões de euros em receita de direitos de imagem entre 2007 e 2009, através de de uma estrutura corporativa.

Apesar disso, a “Pulga” revelou que pretende permanecer na Espanha e afirmou que não tem nenhum problema com o Barcelona. Messi, inclusive, disse que pensa em se aposentar no clube catalão.

“Minha ideia é ficar aqui, sempre foi assim e agora não mudou nada. Nunca tive um problema com o clube. A ideia de mim e minha família é terminar aqui. Primeiro pelo que sinto pelo clube e depois pelo familiar. e quão bem estamos nesta cidade. Eu não gostaria de mudar as amizades dos meus filhos e o círculo de pessoas importantes que fizeram essas crianças pequenas, eu não gostaria que isso fosse quebrado. Foi a minha vez de viver, eu sei o que é, o que isso significa e eu não gostaria que eles passassem pela mesma coisa”, finalizou.