Namorada de Centurión morre após sofrer infarto e bater carro na Argentina

  • Por Jovem Pan
  • 29/03/2020 15h04
Montagem sobre fotos/ReproduçãoMelody Pasini tinha 25 anos e era a namorada do meia-atacante Ricardo Centurión, ex-São Paulo

A namorada do meia-atacante Ricardo Centurión, ex-São Paulo e atualmente no Vélez Sarsfield, da Argentina, morreu neste domingo (29) após sofrer um infarto e bater com o carro em Lanus, na grande Buenos Aires.

Segundo a imprensa argentina, Melody Pasini, de 25 anos, estava sozinha no carro e havia deixado a casa de Centurión, em Puerto Madero, para se encontrar com os pais, em Banfield. Ela perdeu o controle do automóvel na Rua Pergamino e se chocou com outro veículo que estava estacionado. A jovem já foi encontrada sem vida no local.

As autoridades locais acreditam, no entanto, que foi um problema cardíaco anterior ao impacto que provocou a morte. “Ela era uma pessoa com antecedentes cardíacos. No primeiro exame, os peritos entenderam que ela sofreu um problema cardíaco, que provoca o choque. O impacto foi menor sobre o carro, os airbags funcionaram. O trauma não condiz com a morte. O promotor está investigando que há seis anos ela teria sofrido um problema cardíaco”, disse o secretário de segurança de Lanús, Diego Kravetz.

Melody se relacionava Centurión há alguns anos e, segundo a imprensa argentina, já havia passado por duas cirurgias no coração. Torcedora do Racing, clube no qual o namorado teve a melhor fase da carreira, ela acompanhou o jogador durante a passagem dele pelo São Paulo, entre 2015 e 2017. Na ocasião, a jovem chegou até a posar para uma foto usando a camisa da equipe tricolor.