Neymar perde na Justiça e deve pagar mais de R$ 40 milhões ao Barcelona

  • Por Jovem Pan
  • 19/06/2020 09h40 - Atualizado em 19/06/2020 09h42
EFE/EPA/IAN LANGSDONNeymar é atacante do Paris Saint-Germain desde 2017

O atacante Neymar moveu um processo na Justiça contra o Barcelona solicitando o pagamento de 43,6 milhões de euros, em 2018. O Tribunal Social, no entanto, rejeitou a reivindicação do brasileiro, nesta sexta-feira (19), e determinou que ele pague 6,7 milhões de euros (R$ 40,3 milhões) ao clube catalão.

Neymar entrou na Justiça contra o Barça após não receber integralmente os 43,6 milhões de euros relativos à segunda parcela de sua renovação com o clube em 2016, mas que não foi quitada por ele ter selado a sua transferência para o Paris Saint-Germain no ano seguinte.

A decisão do Tribunal Social de Barcelona ainda cabe recurso por parte do atacante da seleção brasileira. Por isso, através de comunicado oficial, o clube blaugrana afirmou que continuará defendendo seus interesses legítimos.

Veja a nota do Barcelona na íntegra:

O Barcelona congratula-se com a sentença proferida hoje pelo Tribunal Social 15 de Barcelona, ​​em conexão com processos judiciais entre o FC Barcelona e o jogador Neymar Jr. no valor da reivindicação em compensação pela assinatura do bônus assinada na última renovação do contrato.

O julgamento rejeita a reivindicação do jogador na sua totalidade, que exigiu o pagamento de 43,6 milhões de euros, e estima uma grande parte da reivindicação movida pelo FC Barcelona, ​​sob a qual o jogador deve devolver o clube 6,7 milhões de euros.

Como esta resolução pode ser apelada pela representação do jogador, o Clube continuará defendendo firmemente seus interesses legítimos.