Operação para retirar corpo do avião de Sala do Canal da Mancha é iniciada

  • Por Jovem Pan
  • 05/02/2019 16h15 - Atualizado em 05/02/2019 16h25
EFE O avião onde viajava Emiliano Sala foi encontrado a aproximadamente 38 quilômetros ao norte da ilha de Guernsey, na Inglaterra

Um dia após localizarem o avião que levava o atacante argentino Emiliano Sala da França para a Inglaterra no fundo do Canal da Mancha, o Departamento de Investigação de Acidentes Aéreos do Reino Unido anunciou que foram iniciados os trabalhos para resgatar o corpo que se encontra na fuselagem da aeronave.

O avião foi identificado por um barco que fazia parte do serviço de buscas privado contratado pela família e agentes do atleta. As peças estavam no fundo do mar, a aproximadamente 38 quilômetros ao norte da ilha de Guernsey, na Inglaterra. A identificação ocorreu porque a embarcação estava equipada com sonares de última geração.

No entanto, de acordo com o comunicado divulgado pelo Departamento de Investigação de Acidentes Aéreos do Reino Unido, a forte agitação do mar está dificultando os trabalhos: “Estamos tentando recuperar o corpo. Se tivermos êxito, consideraremos recuperar a pequena aeronave inteira”, apontou o órgão.

Sala viajava de Nantes, na França, a Cardiff, no País de Gales, para fechar a sua transferência ao Cardiff City, quando o avião em que se encontrava desapareceu dos radares. Buscas foram feitas pelas autoridades, mas posteriormente foram interrompidas. Uma campanha na internet, então, arrecadou dinheiro para contratar um serviço de buscas privado.

Com informações de Agência EFE