Paquetá comemora encontro com técnico Gattuso no Milan: ‘jogava com ele no videogame’

  • Por Jovem Pan
  • 08/01/2019 14h56
Milan/ DivulgaçãoMilan anunciou o número que Lucas Paquetá usará nesta temporada

Lucas Paquetá, ex-Flamengo, foi apresentado como reforço do Milan nesta terça-feira (8) e comentou sobre as primeiras impressões que teve do clube. Ele inclusive comemorou o fato de ser treinado pelo ex-volante Gennaro Gatusso.

“Foi um grande jogador. Ser treinado por ele será algo único, eu sempre jogava com ele no videogame. Ele me recepcionou muito bem e me deixou muito calmo para trabalhar e crescer. Agora espero que possa lhe dar muita alegria em campo”, comentou o brasileiro.

Aos 21 anos, Paquetá cria muita expectativa no Milan, inclusive por ser comparado com Kaká, outro brasileiro que chegou cedo no time e depois ganhou grande destaque. Então ele teve que falar sobre isso e revelou que conversou com o ex-jogador.

“Kaká foi um campeão, é meu ídolo. Ele teve sua história e foi um dos melhores jogadores do mundo. Eu espero poder tomar o caminho das vitórias também, vencendo tantos troféus quanto ele. O Kaká me falou sobre o clube e a cidade, disse que o Milan é uma família e que será uma das melhores experiências da minha carreira”, declarou.

Paquetá também falou das próprias características de jogo: “Sou um jogador técnico, sempre tento entender como o jogo muda. Sou um jogador ofensivo, tenho um bom físico, gosto de me movimentar com e sem a bola, criar o jogo e sempre procurar o gol”.

Depois admitiu que deve sofrer no início com a mudança de país, já que terá pela frente um estilo de futebol bem diferente do brasileiro. “Assisti a muitos jogos do Italiano, é muito físico, muito tático. No Brasil, é um pouco diferente. Vou tentar me adaptar o mais rápido possível e prestar atenção nos detalhes. Preciso me acostumar rapidamente. Quando se usa a camisa do Milan, é preciso estar pronto para qualquer situação”, considerou.

Com Estadão Conteúdo