Pelé escreve carta para Putin antes de jogo da Ucrânia: ‘Pare com essa invasão’

Rei do Futebol publicou comunicado em suas redes sociais momentos antes do jogo entre Ucrânia e Escócia, pelas eliminatórias para a Copa do Mundo

  • Por Jovem Pan
  • 01/06/2022 19h17
REUTERS/Lucas Jackson/26.abr.2016 Pelé, Edson Arantes do Nascimento, posa para foto em 2016 Pelé escreveu carta endereçada a Putin e compartilhou nas redes sociais

Em suas redes sociais, Pelé pediu pelo fim da invasão russa à Ucrânia horas antes da seleção ucraniana entrar em campo contra a Escócia para decidir uma das últimas vagas à Copa do Mundo. O Rei do Futebol pediu pelo fim da violência para que ‘possamos juntos construir um mundo melhor’ e citou nominalmente o presidente russo, Vladimir Putin. “Eu quero utilizar a partida de hoje como uma oportunidade de fazer um pedido: pare com essa invasão. Não existem argumentos que justifiquem a violência”, escreveu Pelé. “Quando nos conhecemos no passado e trocamos um grande sorriso acompanhado de um longo aperto de mão, era inimaginável que poderíamos um dia estar tão divididos quanto estamos hoje”, continuou o ex-jogador, referindo-se ao encontro com Putin. “A guerra só existe para separar nações, e não há ideologia que justifique os mísseis que agora enterram sonhos de crianças, separam famílias e matam inocentes. Devemos evoluir. Anos atrás, eu prometi para mim mesmo que, enquanto eu conseguir, sempre levantarei minha voz a favor da paz. O poder de dar um fim a este conflito está nas suas mãos. As mesmas que apertei em Moscou, no nosso último encontro em 2017”, finalizou.