Pré-temporada mostrou que Barcelona voltará a ter qualidade brasileira na temporada

  • Por Jovem Pan
  • 16/08/2018 13h06
Barcelona/DivulgaçãoRafinha e Arthur serão importantes no meio-campo do Barcelona

A história do Barcelona com o futebol brasileiro é cheia de momentos gloriosos. E tudo indica que mais um capítulo desta história será escrita a partir da nova temporada. Durante os jogos de preparação para o Campeonato Espanhol, 3 brasileiros chamaram atenção e vão se juntar a Philippe Coutinho como esperança brasileira para o time espanhol.

Dois deles são grandes novidades: Arthur e Malcom foram contratados recentemente e passaram com louvor nos testes iniciais, seja com boas atuações, assistências ou gols.

Arthur recebeu os primeiros elogios já nos treinos, a ponto de ser comparado com Xavi pela imprensa espanhola. E depois ele mostrou isso nos jogos que disputou, pois ditou o ritmo do time em muitas oportunidades. Além disso, fez um belo gol no jogo contra o Tottenham. “Parece que esteve a vida toda jogando no Barça”, apontou o jornal catalão Sport.

Malcom chegou um pouco mais tarde, teve menos oportunidades, mas conseguiu se destacar nesta quarta-feira (15), na vitória do Barcelona contra o Boca Juniors. Ele fez um gol e foi elogiado pela imprensa. “Ele não se perde em jogadas desnecessárias. É muito direto”, destacou o jornal catalão Mundo Deportivo.

Outro brasileiro que se destacou é um velho conhecido do Barcelona, o meia Rafinha Alcântara, filho do ex-jogador Mazinho. Ele fez um golaço contra o Boca, já tinha chamado atenção em outras partidas e assim afastou a possibilidade do time negociá-lo, como foi especulado. Na temporada passada ele foi emprestado para a Inter de Milão, jogou bem e parece que voltou maduro suficiente para finalmente se destacar no Barcelona, clube no qual foi formado.

Por enquanto não dá para cravar que nenhum destes brasileiros será titular com frequência no Barcelona. A concorrência é grande. No meio-campo Arthur e Rafinha terão que superar disputas com Vidal e Rakitic, por exemplo. No ataque a maior missão de Malcom é ser melhor do que Dembelé.

O único que tem garantia de ser titular é Coutinho, que se apresentou mais tarde que os demais, mas teve boas atuações contra Sevilla e Boca Juniors. Ele chegou ao clube no meio da temporada passada e agora, com mais tempo para se adaptar, deve virar o segundo jogador mais importante do Barça, atrás apenas de Lionel Messi, claro.