Presidente do Napoli revela que agente ofereceu Cristiano Ronaldo ao clube

  • Por EFE
  • 16/07/2018 11h17
Reprodução/ Twitter @calciomio"Pensei nos efeitos colaterais restantes. Um sacrifício como este, poderia ter grande repercussão no elenco", admitiu

O presidente do Napoli, Aurelio De Laurentiis, afirmou nesta segunda-feira que o agente de jogadores Jorge Mendes propôs que o clube contratasse o atacante português Cristiano Ronaldo, que acabou se transferindo para a Juventus.

O dirigente contou que, em junho, negociou a contratação do goleiro Rui Patrício, também cliente do empresário, junto ao Sporting. Na ocasião, De Laurentiis garantiu ter ouvido a proposta de negociar a chegada de CR7, em entrevista à emissora italiana “Radio Kiss Kiss”.

“Estive com ele (Mendes), em Portugal, para uma operação. Depois, houve problemas e não fechamos a possível negociação. Foi quando ele me propôs Cristiano Ronaldo”, contou o mandatário do Napoli.

“Entendi que a relação com Florentino Pérez e o Real Madrid estavam rompidas. Então, disse a Mendes: ‘querido, essa é uma operação de 350, 400 milhões de euros'”, completou.

Cristiano Ronaldo acabou sendo contratado pela Juventus nesta janela de transferências, por 112 milhões de euros (R$ 506,1 milhões), com o jogador recebendo salário anual de 31 milhões de euros (R$ 140 milhões) líquidos.

Apesar do valor ser abaixo do que imaginava anteriormente, De Laurentiis acredita que a contratação do craque português poderia ser negativa, por possíveis problemas no vestiário do Napoli.

“Pensei nos efeitos colaterais restantes. Um sacrifício como este, poderia ter grande repercussão no elenco”, admitiu.