Ronaldo Fenômeno fala sobre fase do Barça: ‘Deixar Messi sair não é a solução’

De acordo com o presidente do Valladolid, é muito pouco provável que Messi saia do Barcelona no momento, principalmente em meio a uma crise de resultados

  • Por Jovem Pan
  • 22/08/2020 17h55 - Atualizado em 22/08/2020 17h57
Reprodução/InstagramRonaldo Fenômeno ganhou duas Copas do Mundo com a seleção

Em meio aos rumores sobre uma eventual saída de Lionel Messi do Barcelona, o ex-atacante Ronaldo afirmou neste sábado, 22, que considera “pouco provável” o clube catalão ficar sem o craque argentino, ao destacar que “deixá-lo sair não é a solução”. O “Fenômeno”, que teve passagem rápida e marcante pelo Barça na temporada 1996-1997, opinou sobre a situação do clube, que demitiu o técnico Quique Setién e deve passar por uma reformulação após ser eliminado da Liga dos Campeões com uma goleada histórica de 8 a 2 do Bayern de Munique.

De acordo com o presidente do Valladolid, “é muito pouco provável que Messi saia do Barcelona no momento, principalmente em meio a uma crise de resultados”. “Messi é a referência da equipe. Se eu estivesse no Barcelona, não o deixaria sair de forma alguma. Ele tem uma relação muito grande e intensa com o clube, não acredito que perderá essa paixão”, comentou o brasileiro.

Na visão de Ronaldo, “está exagerada a situação por causa do 8 a 2 na Liga dos Campeões, estão buscando culpados e  responsáveis”. “Messi precisa que seus companheiros o ajudem. E o Barcelona tem que pensar em algo diferente para as próximas temporadas. Deixar o principal jogador sair não é a solução”, argumentou o ex-atacante, que participou em uma entrevista coletiva virtual organizada pelo Banco Santander.

Ronaldo também elogiou o uruguaio Luis Suárez, cuja continuidade no Barcelona também não está garantida. “Luis Suárez continua sendo um dos melhores atacantes, junto com Robert Lewandowski e Karim Benzema. Tenho certeza de que Suárez ainda tem mais alguns anos como 9, representando esta posição tão querida”, declarou.

*Com informações da Agência EFE