Sofrendo com sanções, Chelsea é autorizado a vender ingressos para jogos fora de casa

Clube teve suas contas bloqueadas e conseguiu na Justiça algumas ‘permissões’; renda das partidas no Stamford Bridge não estão indo para os Blues

  • Por Jovem Pan
  • 23/03/2022 20h06
EFE/EPA/ALI HAIDER Jogadores comemoram conquista de título no gramado Time tem sofrido com as sanções impostas pelo governo britânico

O Chelsea conseguiu os termos de licença para voltar a comercializar ingressos para seus torcedores em jogos fora de casa. O clube passa por sanções impostos pelo governo britânico por causa do dono russo, Roman Abramovich, que tem ligações com Vladimir Putin. No entanto, de acordo com o ‘The Guardian’, os Blues não receberão a verba dessas vendas, nem os ingressos vendidos para visitantes no Stamford Bridge. O dinheiro será revertido para os adversários e organizadores da competição, incluindo a Premier League. A receita das partidas em casa também será doada para caridade. A PL informou que o dinheiro irá para as vítimas da guerra na Ucrânia. A licença obtida nesta quarta-feira também contém outras “permissões” para o uso do dinheiro em caixa: pagar funcionários, pagar dívidas, arcar com os custos ‘razoáveis’ para viagens, entre outras coisas.