Torino vence Milan e embola briga por vaga na próxima Liga dos Campeões

  • Por Jovem Pan
  • 28/04/2019 19h31
EFEBelotti fez o primeiro gol

Segundo maior vencedor da história da Liga dos Campeões, com 7 títulos, o Milan está fora do torneio continental desde 2014. E neste domingo (28) o retorno à competição ficou mais distante, por causa da derrota para o Torino por 2 a 0, no Estádio Olímpico de Turim, pela 34ª rodada do Campeonato Italiano.

As equipes entraram em campo em momentos distintos, e isso se refletiu no placar. Os visitantes haviam somado apenas cinco pontos nas seis partidas, enquanto o ‘Toro’ vinha de apenas uma derrota nos 12 compromissos anteriores.

Depois de um primeiro tempo equilibrado, a equipe anfitriã voltou do intervalo mais agressiva e saiu à frente aos 13 minutos da etapa final. Kessié cometeu pênalti, Belotti cobrou e converteu.

Além da queda de rendimento, o Milan também não vem contando com a sorte. Aos 23 minutos, Bakayoko acertou o travessão em cabeceio, e logo na sequência o time de Turim aumentou com Berenguer, que aproveitou rebote do goleiro Donnarumma.

Com o resultado, as equipes têm 56 pontos cada. Nos critérios de desempate, o Torino aparece em sexto lugar, e o Milan, em sétimo. A Atalanta também tem 56, na quinta posição, e nesta segunda-feira jogará contra a Udinese em Bergamo. Quem fecha o Z4 por enquanto é a Roma, que ontem fez 3 a 0 sobre o Cagliari na capital.

O Torino contou com o zagueiro Bremer, ex-jogador de São Paulo e Atlético-MG, nos instantes finais, enquanto pelos ‘Rossoneri’ o meia Lucas Paquetá, cria do Flamengo, foi titular.

Outro que colou na disputa por vagas em competições continentais é a Lazio, que continua em oitavo, agora com 55 pontos, após ter batido a Sampdoria por 2 a 1 em Genoa. Caicedo marcou duas vezes para os ‘Biancocelesti’, e Quagliarella, artilheiro do campeonato, descontou.

Os visitantes tiveram na formação inicial os brasileiros Walace, Lucas Leiva e Romulo, este último naturalizado italiano, enquanto Luiz Felipe ficou no banco.

Com EFE