Treinador da Inglaterra classifica como ‘inaceitável’ atos racistas da torcida búlgara

  • Por Jovem Pan
  • 15/10/2019 08h47
Reprodução/TwitterTorcida búlgara fez saudações nazistas em partida contra a Inglaterra

Gareth Southgate, treinador da seleção da Inglaterra, classificou de inaceitável a situação pela qual seus jogadores passaram na última segunda-feira (14), quando receberam insultos racistas vindos de torcedores da Bulgária, durante o duelo entre as duas seleções, em Sófia, pelas Eliminatórias da Eurocopa de 2020.

O confronto, vencido pelo “English Team” por 6 a 0, foi paralisado em duas oportunidades pelo árbitro croata Ivan Bebek, em meio as ofensas e até saudações nazistas flagradas pelas câmeras.

“Avisamos imediatamente quando ouvimos algo. Estivemos em comunicação o tempo todo com o quarto árbitro e com o árbitro principal. Eu estava em contato com os jogadores. Todos sabemos que é uma situação inaceitável”, explicou Southgate.

Alguns torcedores foram retirados do Estádio Nacional, que estava com sua capacidade reduzida em 5 mil espectadores por conta de episódios semelhantes. Com isso, o jogo válido pela sexta rodada do grupo A prosseguiu.

“Conseguimos enviar duas mensagens hoje, vencendo a partida e mostrando essa situação para todos. A partida parou duas vezes e sei que isso não será suficiente para alguns”, completou o técnico.

Além disso, o zagueiro Tyrone Mings, que fez hoje sua estreia com a camisa da Inglaterra, confirmou que os jogadores tomaram a decisão de prosseguir com a partida.

“Decidimos continuar jogando o que restava (antes do intervalo) e no vestiário decidimos continuar”, disse o jogador do Aston Villa.

Dos seis gols dos ingleses, dois foram marcados por jogadores negros: Marcus Rashford e Raheem Sterling (dois). O placar foi completado por Harry Kane e Ross Barkley, que também balançou as redes em duas oportunidades.

* Com informações da EFE