Treinador do River projeta clássico e fala em ‘brincar com o desespero do Boca’

  • Por Jovem Pan
  • 22/10/2019 08h52
EFE/Matias Napoli EscaleroO River Plate bateu o Boca Juniors por 2 a 0 na primeira partida da semifinal da Liberadores de 2019

O Boca Juniors recebe o River Plate nesta terça-feira (22), às 21h30 (de Brasília), na La Bombonera, precisando reverter a desvantagem de dois gols de diferença obtida pelo rival no primeiro jogo da semifinal da Libertadores. Em entrevista coletiva antes da partida derradeira, Marcelo Gallardo, treinador do time “Millionário”, afirmou que seu time irá adotar uma postura ofensiva para “brincar com o desespero” dos mandantes.

“Vamos sair sem nos comprometer, sem pensar em administrar o resultado, porque não é nossa ideia, nem nossa forma (de jogar). Vamos tentar, no campo do Boca, fazer um gol que brinque com o desespero do Boca . Além de como o jogo é apresentado, estamos prontos para tudo”, comentou.

No embate realizado no Monumental de Nuñez, o River Plate controlou as ações do jogo, criou diversas oportunidades e deixou o duelo com a vitória por 2 a 0. Sem mistério, Gallardo disse que manterá os 11 titulares no primeiro confronto.

“Agora estou focado no amanhã. Estamos empolgados em ir à Bombonera amanhã e poder nos classificar. Temos várias maneiras pelas quais o jogo pode ser dado e estamos preparados para tudo o que aparecer no caminho. O time será o mesmo que jogou aqui no estádio do River”, assegurou.

A Bombonera receberá o primeiro jogo entre os arquirrivais após o episódio da última edição da Libertadores, quando torcedores do River Plate apedrejaram o ônibus do Boca, antes da decisão do torneio. Por isso, a Conmebol transferiu aquele jogo para o Santiago Bernabéu, em Madri.

Assim, a preocupação com a partida desta terça-feira (22) é grande por parte da polícia de Buenos Aires. O Ministério da Segurança deslocará 1.500 policiais para a partida, além de dois helicópteros, motocicletas, carros blindados e monitoramento ao vivo feito por drones.

Time do River Plate: Franco Armani ; Gonzalo Montiel , Lucas Martínez Quarta, Javier Pinola e Milton Casco; Enzo Pérez; Ignacio Fernández, Exequiel Palacios, Nicolás De La Cruz; Rafael Santos Borré e Matías Suárez .