Um dia após Mandzukic, goleiro Subasic também anuncia aposentadoria da seleção croata

  • Por Estadão Conteúdo
  • 15/08/2018 10h39 - Atualizado em 15/08/2018 10h40
EFESubasic se destacou na Copa de 2018

Um dia depois do atacante Mario Mandzukic anunciar aposentadoria da seleção da Croácia, o goleiro Daniel Subasic fez o mesmo nesta quarta-feira (15) e não jogará mais pelo país que há um mês foi derrotado pela França por 4 a 2, em Moscou, mas conseguiu o seu melhor resultado na história ao ser vice-campeão da Copa do Mundo da Rússia.

Em uma longa carta publicada no site oficial da Federação Croata de Futebol (HNS, na sigla em croata), o goleiro do Mônaco agradeceu a todos os treinadores que o comandaram na seleção, particularmente Slaven Bilic, que o convocou pela primeira vez em 2009, e Zlatko Dalic, o comandante na campanha histórica no Mundial da Rússia.

“Tomei esta decisão muito antes do Mundial porque queria concluir uma carreira representativa em uma competição como a Copa do Mundo, que era um dos meus sonhos. (…) Talvez eu pudesse continuar a jogar, mas isso pode ser demais”, afirmou Daniel Subasic, de 33 anos.

O goleiro titular na Copa do Mundo agradeceu a todos os companheiros de seleção, dizendo que sem eles “nada faria sentido”. “Jogar qualquer competição pelo clube não pode, nem de perto nem de longe, ser comparado com jogar pela seleção nacional da Croácia”, disse.

Daniel Subasic estreou na seleção croata em 2009 em uma partida contra Liechtenstein e, de lá para cá, somou 44 partidas pelo país. Ele é o terceiro jogador da equipe vice-campeã mundial a se aposentar. Antes dele e de Mandzukic, o zagueiro Vedran Corluka já havia anunciado a sua decisão de parar.