Valverde comenta que “não é normal” Barcelona sofrer 5 gols e elogia Levante

  • Por EFE
  • 14/05/2018 08h48
Divulgação FCBValverde disse que deu tudo certo para o Levante

Depois da derrota por 5 a 4 para o Levante, que pôs fim à invencibilidade do Barcelona no Campeonato Espanhol neste domingo (13), o técnico do time catalão, Ernesto Valverde, afirmou que “não é normal” o clube dele sofrer cinco gols na mesma partida.

Em casa, a equipe de Valência vencia a partida por 2 a 1 até ambas seguirem para o vestiário. Na volta ao gramado, o time mandante surpreendeu ao ampliar a vantagem para 5 a 1.

“Sofremos três gols em dez minutos no segundo tempo. Fomos ao intervalo confiantes que conseguiríamos a virada, mas a verdade é que no primeiro tempo eles já tinham feito dois gols e colocado uma bola na trave”, disse Valverde em entrevista coletiva.

Em grande atuação de Philippe Coutinho, autor de três gols no jogo, o Barcelona conseguiu reagir e encostar no placar, com 5 a 4, mas a pressão não foi suficiente para chegar ao empate e manter a invencibilidade.

“O Levante está em um momento surpreendente e arma contra-ataques muito rápidos. Não conseguimos controlar o jogo e o pagamos por isso, eles estavam muito bem”, acrescentou.

Valverde insistiu que o jogo deste domingo foi uma situação incomum, já que não é sempre que o Barcelona sofre cinco gols na mesma partida.

“Não é normal a gente sofrer cinco gols, mas é verdade que eles estão em um momento em que tudo dá certo. Armaram muito bem os contra-ataques e não soubemos lidar”, analisou Valverde, ao comentar que “provavelmente” o Levante é a equipe “em melhor fase do campeonato neste momento”.

Com o placar negativo, o Barça encerrou uma sequência de 43 partidas sem perder no Campeonato Espanhol. A última derrota havia sido em 8 de abril de 2017, quando perdeu por 2 a 0 para o Málaga na temporada passada.

O recorde de invencibilidade da competição foi batido no dia 14 de abril deste ano, quando o Barcelona chegou a 39 partidas consecutivas sem perder ao derrotar o Valencia por 2 a 1.