Zidane não relaciona craque do Real Madrid para decisão contra o Manchester City

Vinicius Júnior, Rodrygo, Casemiro, Marcelo e Éder Militão, todos os brasileiros do elenco, foram convocados para o jogo de volta contra os britânicos. 

  • Por Jovem Pan
  • 05/08/2020 12h32 - Atualizado em 05/08/2020 12h51
EFE/JuanJo Martín.Zidane cumprimenta Vinicius Jr. em partida do Real Madrid

O Real Madrid divulgou a lista de relacionados para o confronto decisivo diante do Manchester City, marcado para a próxima sexta-feira, 7, no Etihad Stadium, e válido pelas oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa. A novidade ficou por conta da ausência de Gareth Bale, multicampeão do torneio com a equipe merengue e um dos símbolos da era vencedora do clube, mas que está correspondendo às expectativas do treinador Zinédine Zidane nesta temporada. Vinicius Júnior, Rodrygo, Casemiro, Marcelo e Éder Militão, todos os brasileiros do elenco, foram convocados para o jogo de volta contra os britânicos.

No entendimento da imprensa espanhola, Gareth Bale, que é tetracampeão da Champions League com o time, vem mostrando desinteresse no Real Madrid. Na retomada do futebol na Espanha, o galês chegou a entrar na equipe de Zidane e até a ser titular, mas não agradou e passou a ficar no banco de reservas. Na atual temporada, ele soma apenas 20 partidas, contribuindo com três gols e duas assistências no período.

James Rodríguez, meio-campista que está emprestado pelo Bayern de Munique, é outro que não foi relacionado por opção técnica. Com apenas 14 partidas, uma bola na rede e duas assistências, o colombiano voltará ao clube alemão após passagem apagada no Madrid.

Fora Bale e James, o Real também não poderá contar com Mariano, jogador que foi diagnosticado com Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. Desta forma, o Real Madrid tem Eden Hazard, Karim Benzema, Lucas Vázquez, Jovic, Asensio, Brahim, Vinicius Júnior e Rodrygo para o setor de ataque.

Suspenso, Sergio Ramos também é baixa para o técnico francês, que tem Nacho e Militão como principais opções para a defesa. Na partida de ida, o Manchester City surpreendeu e vence o Real por 2 a 1, em pleno Santiago Bernabéu. Assim, a equipe espanhola precisá marcar, no mínimo, duas vezes para avançar às quartas.