Gabriel Jesus marca duas vezes e Seleção Brasileira vence a República Tcheca de virada

  • Por Jovem Pan
  • 26/03/2019 18h43 - Atualizado em 26/03/2019 19h13
EFEGabriel Jesus comemora o gol da virada da Seleção Brasileira sobre a República Tcheca

Depois de um empate surpreendente com o Panamá, a Seleção Brasileira voltou a campo nesta terça-feira (26) para encarar a República Tcheca, no Eden Arena, em Praga. E dessa vez, no último amistoso antes da convocação para a Copa América, os comandados de Tite podem ter sofrido, mas não decepcionaram.

Graças à boa atuação dos homens de frente no segundo tempo, especialmente de Gabriel Jesus, que entrou na partida e marcou duas vezes, o Brasil venceu por 3 a 1, de virada. Além do ex-atacante do Palmeiras, quem balançou a rede tcheca nesta terça foi Roberto Firmino, do Liverpool.

Agora a expectativa é pela convocação dos jogadores para a disputada da Copa América, que será realizada no Brasil. A lista de Tite será divulgada no dia 17 de maio. A preparação para a competição continental terá início no dia 20, na Granja Comary, em Teresópolis. A Seleção estreia na competição no dia 14 de junho, às 21h30min, contra a Bolívia, no Morumbi.

O jogo

O duelo teve início com os donos da casa tentando pressionar o Brasil, que soube em um primeiro momento controlar o ímpeto adversário e chegou a dominar a partida. No entanto, a falta de criatividade no meio de campo impedia que a Seleção furasse o bloqueio armado pela República Tcheca em seu campo de defesa.

Tanto que o goleiro Pavlenka fez apenas uma defesa na etapa inicial e a finalização brasileira aconteceu em uma cobrança de falta do volante Casemiro, aos 27 minutos. Se o camisa 23 da República Tcheca trabalhou pouco, o mesmo não aconteceu com Alisson, que teve deixar a meta para cortar os vários cruzamentos adversários.

Mas, aos 36 minutos, o camisa 1 brasileiro não conseguiu evitar a abertura do placar em Praga. Alex Sandro e Richarlison erraram na saída de jogo e Masopust ficou com a bola. O meia tocou para o volante Pavelka, que aproveitou a falha no corte de Marquinhos e finalizou da entrada da área: 1 a 0, placar que foi levado para o intervalo.

Na segunda etapa, Tite abriu mão de Lucas Paquetá e promoveu a entrada de Everton. E a mudança deu resultado. Tanto no futebol, quanto na sorte. Aos três minutos, Roberto Firmino aproveitou o vacilo do zagueiro Selassie, que errou o recuou de bola para Pavlenka, e empatou o amistoso.

O gol animou os brasileiros, que se mantiveram no ataque, em busca da virada. E diferente do que aconteceu na primeira etapa, quando o time teve dificuldades para criar, diversas oportunidades surgiram após o empate, porém Roberto Firmino, Philippe Coutinho, Everton e Richarlison pararam no goleiro tcheco.

Restou ao treinador brasileiro colocar David Neres e Gabriel Jesus em campo. Demorou alguns minutos, mas dupla conseguiu levar a Seleção à virada. Aos 37, o atacante do Ajax puxou o contra-ataque e lançou o camisa 9, que só empurrou a bola para o fundo da rede. Pouco tempo depois, aos 44, Jesus ampliou para o Brasil e fechou o marcador em 3 a 1.