Gerente-esportivo revela papel de “espião” do Barcelona de Guayaquil no Brasil

  • Por EFE
  • 15/08/2017 15h58
Classificados em cima do Palmeiras, o Barcelona do Equador enfrentará o Santos nas quartas de final da Libertadores

O gerente-esportivo do Barcelona de Guayaquil, do Equador, Jimmy Montanero, revelou nesta terça-feira (15) que serviu como “espião” da equipe antes do duelo com o Palmeiras, pela Taça Libertadores, e que também produziu material sobre o Santos.

“Permaneci por 20 dias no Brasil, primeiro observando os jogos do Palmeiras, além de duas partidas do Santos. Entregarei os relatórios com minhas observações para nosso técnico”, garantiu o antigo zagueiro da equipe de Guayaquil, em entrevista coletiva.

Montanero, no entanto, foi econômico ao comentar sobre o próximo rival do Barcelona na Libertadores, em duelos marcados para acontecer nos dias 13 de setembro, no Equador, e 20 de setembro, no Brasil.

“É um time difícil, mas também vulnerável, como também somos nós. Por isso, quem fizer melhor as coisas, passará de fase”, avaliou o gerente-esportivo.