Goleiro Bruno diz que ‘faria tudo diferente’ com Eliza Samudio se pudesse voltar no tempo

  • Por Jovem Pan
  • 24/01/2020 20h19
Douglas Magno/Estadão ConteúdoGoleiro Bruno durante julgamento em Contagem (MG) em março de 2013

O Goleiro Bruno voltou aos holofotes nos últimos dias, após ter recebido a liberação da Justiça e acertado o retorno ao futebol no Operário-MT. Dias depois do anúncio, o clube do Mato Grosso resolveu voltar atrás, após ter perdido patrocínios e sofrer com a pressão da torcida.

Cumprindo pena no regime semiaberto por condenação a mais de 22 anos de prisão pelo homicídio da ex-namorada, Eliza Samudio, sequestro e cárcere privado do filho, Bruninho, o goleiro concedeu entrevista ao Domingo Espetacular”, da Record TV, e falou sobre o arrependimento pelos crimes.

“Se eu pudesse voltar atrás, e tivesse o meu domínio, sabe? Eu faria tudo diferente. Começaria tudo diferente. Toda a história, que surgiu quando ela falou pra mim que estava grávida. Eu faria tudo diferente”, disse o goleiro Bruno.

O condenado tentou justificar com meias palavras a razão do crime que esteve envolvido e disse que deseja explicar um dia ao filho e a mãe de Eliza o que realmente aconteceu.

“A criança nunca foi o problema da situação do crime. O Bruninho nunca foi o problema. Nunca foi pensão alimentícia. A situação vai muito mais além do que você possa imaginar”, contou.

“A única coisa que eu posso te falar, posso te afirmar, é que um dos maiores desafios da minha vida – e eu peço a Deus a sabedoria – é de, um dia, eu ter a oportunidade de explicar toda a situação para o Bruninho. A oportunidade de explicar toda a situação para a dona Sônia”, finalizou o goleiro Bruno