Goleiro do Vasco é assaltado no Rio de Janeiro e perde três dentes

  • Por Jovem Pan
  • 05/09/2017 16h45 - Atualizado em 05/09/2017 16h50
Gabriel Félix está desde 2011 no Vasco da Gama e há dois anos figura entre os profissionais do time

A violência no Rio de Janeiro não escolhe classe social, muito menos profissão. Nesta segunda-feira (4), o crime fez mais uma vítima. Acostumado a defender a meta do Vasco, Gabriel Félix nada pode fazer. O goleiro que figura entre os profissionais do Gigante da Colina desde 2015 foi assaltado. Os bandidos, além de levaram seus pertences, agrediram o goleiro, que perdeu três dentes.

“Ontem tive a pior sensação da minha vida. Para ser mais sincero, eu vi a morte de frente. Quatro bandidos, sendo três armados com pistolas, nos abordaram. Um deles colocou a pistola na minha cabeça. Não reagi e falei ‘perdi, pode levar o que quiser’. O marginal mandou eu deitar no chão e deferiu um chute na lateral do meu rosto. Quebrei dois dentes. Ele roubou meu celular e alguns pertences. Não satisfeito, deu outro chute na minha cabeça, e quebrei outro dente e tive um pequeno corte do queixo. Mas o que mais me dói e entristece é a sensação de impotência, de covardia”, escreveu o vascaíno em suas redes sociais.

Gabriel Félix disse que o clube cruzmaltino está lhe dando todo o apoio. “Agradeço a Deus por ter me dado esse livramento. Quero agradecer ao Vasco por todo o suporte que me deu. E aos amigos que me ajudaram e à minha família por todo o carinho”, concluiu o goleiro que é natural de Barra dos Garças, Mato Grosso, e chegou ao Rio em 2011, para atuar nas categorias de base do Vasco.