Grêmio e Flamengo empatam em partida marcada por atuação do VAR

  • Por Jovem Pan
  • 02/10/2019 23h27 - Atualizado em 02/10/2019 23h32
JEFERSON GUAREZE/AGIF/ESTADÃO CONTEÚDO

Grêmio e Flamengo empataram por 1 a 1, na noite desta quarta-feira (2), em Porto Alegre, pela partida de ida da semifinal da Libertadores. Com tudo igual, quem vencer no Maracanã fica com a vaga.

O Flamengo se impôs contra o Grêmio, jogando fora de casa, durante todo o primeiro tempo, mas foi castigado com o 0 a 0 no marcador. O Rubro-Negro encerrou a primeira etapa com 66% de posse de bola e três chances claras de gol.

O VAR foi acionado em duas oportunidades para anular gols do Flamengo. Aos 21 minutos, Filipe Luís finalizou, Paulo Victor rebateu para a entrada da área e Éverton Ribeiro marcou. Porém, no início da jogada, Gabigol foi flagrado empurrando Kannemann.

Aos 23, Bruno Henrique enfiou grande bola para Gabigol, que fuzilou e contou com uma falha de Paulo Victor para marcar. O bandeirinha assinalou impedimento e o VAR confirmou. O Grêmio tentou algumas arrancadas com Cebolinha, mas pouco assustou Diego Alves.

O Grêmio voltou melhor para o segundo tempo e conseguiu dominar os minutos iniciais. Diego Alves fez duas defesas inacreditáveis em chutes de Cebolinha e Alisson. Depois de dois gols anulados, o Rubro-Negro abriu o marcador aos 23 minutos. Arrascaeta cruzou da ponta direita na cabeça de Bruno Henrique. O Fla ainda teve o terceiro gol anulado pelo VAR. Depois de cruzamento de Arão, Gabigol, um pouco adiantado, empurrou a bola para o fundo das redes.

O Grêmio empatou o marcador com Pepê. Enquanto o Rubro-Negro reclamava e pedia atendimento na maca para Filipe Luís, Cebolinha foi lançado na ponta direita e cruzou forte. Pepê fechou na área e deixou tudo igual.

As equipes voltam a se enfrentar no dia 23 de outubro, quarta-feira, às 21h30, no Maracanã. Quem vencer fica com a vaga. Empate por 0 a 0 dá a classificação para o Fla. Empate por dois ou mais gols classifica o Tricolor.

Ficha técnica Grêmio x Flamengo

Grêmio

Paulo Victor; Rafael Galhardo, David Braz, Kannemann e Bruno Cortez; Michel (Maicon), Matheus Henrique, Luan e Alisson (Pepê); Cebolinha e Diego Tardelli (André)

Técnico: Renato Gaúcho

Cartão amarelo: Diego Tardelli, Kannemann e Michel

Flamengo

Diego Alves; Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís (Renê); Willian Arão, Gerson (Piris da Motta) e Arrascaeta; Éverton Ribeiro, Bruno Henrique (Vitinho) e Gabigol

Técnico: Jorge Jesus

Cartão amarelo: Rodrigo Caio

Público Total: 51.406

Renda: R$ 5.130.325,00