Jornal catalão diz que “La Liga” não deve aceitar pagamento da multa rescisória de Neymar

  • Por Jovem Pan
  • 01/08/2017 21h45 - Atualizado em 01/08/2017 21h56
Se o PSG não atender as exigências do Fair Play Financeiro, Neymar seguirá no Barcelona

A “La Liga”, liga responsável pela organização do Campeonato Espanhol, se pronunciou nesta terça-feira (1º) a respeito da negociação entre Paris Saint-Germain, Barcelona e Neymar. De acordo com o jornal catalão Sport, a entidade pode impedir o pagamento da multa rescisória do atacante brasileiro no valor de 222 milhões de euros.

A interferência da “La Liga” acontece, pois, antes da transação ser realizada, a entidade tem que verificar se existe pendências financeiras entre os clubes envolvidos e se os mesmos não estão infringindo o Fair Play Financeiro. As normas de controle criadas pela Uefa em 2010, servem para questionar a viabilidade das transações no futebol europeu.

Reprodução

“Mesmo que o PSG não pague a cláusula, vamos denunciá-lo. Já advertimos o presidente do Paris Saint-Germain que íamos fazer e vemos que a política do PSG segue a mesma linha. Não podem criar números que seus direitos comerciais superem os de Real Madrid ou Barcelona. Ninguém acredita nisso”, declarou Javier Tebas, presidente da liga espanhola ao Sport.

Para que o negócio não seja impedido e Neymar possa trocar o Barcelona pelo PSG, o time francês terá que provar que não está descumprindo as normais do Fair Play Financeiro da Uefa, apresentando garantias que o investimento será feito com recursos de patrocínio e que o seu faturamento possibilite a transação. Caso contrário, Neymar segue no futebol espanhol.