Justiça libera, e goleiro Bruno vai voltar ao futebol

  • Por Jovem Pan
  • 20/01/2020 15h57 - Atualizado em 21/01/2020 09h38
AFP PHOTO / CRISTIANE MATTOSGoleiro Bruno

O Ministério Público e a Justiça de Minas Gerais liberaram que o goleiro Bruno deixasse a cidade de Varginha para poder assinar com o Operário Várzea-grandense. O clube do Mato Grosso vai fretar um avião para que seu novo reforço assine contrato.

O goleiro Bruno já havia dito na semana passada, em entrevista a Rede Mais, afiliada da Record em Minas Gerais, que tinha uma proposta do Operário.

“Existe uma proposta de emprego no Operário, de Mato Grosso. Estamos aguardando autorização da Justiça [para aprovar a negociação]. Mas na área profissional é praticamente fechado e esse ano eu retorno para o futebol”, afirmou Bruno.

O Conselho dos Direitos da Mulher de Mato Grosso  soltou uma nota de repúdio a contratação do goleiro Bruno.

“Somos contra porque o futebol tem uma função social, que ultrapassa a questão esportiva. Alcança as famílias e as crianças. Não somos contra a ressocialização, mas o esporte cria ídolos e as crianças aprendem valores com essa super exposição que o esporte proporciona. O que mais lutamos é contra o crime que ele cometeu. Em Várzea Grande, especialmente, é um dos municípios com índices mais altos de mulheres que sofrem violência e morrem todos os dias” afirmou Gláucia Amaral, presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher de Mato Grosso.