Justiça proíbe Flamengo de jogar, treinar e viajar por 15 dias

Nova decisão do TRT-RJ ainda deixa o jogo entre o time carioca e o Palmeiras, marcado para hoje, suspenso

  • Por Jovem Pan
  • 27/09/2020 15h02 - Atualizado em 27/09/2020 15h10
André Fabiano/Estadão ConteúdoNova decisão da Justiça proíbe Flamengo de treinar e viajar

O Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro (TRT-RJ) proibiu o Flamengo de jogar, viajar e até treinar pelos próximos 15 dias. Com isso, o jogo que aconteceria neste domingo (27), contra o Palmeiras, segue suspenso. A decisão do juiz Filipe Olmo, obtida pelo repórter da Jovem Pan Marcio Spimpolo, ainda estipula multa de R$ 10 milhões caso o jogo de hoje seja realizado. O Flamengo tem um surto de Covid-19 no elenco e, por isso, pediu o adiamento do jogo. O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) negou o pedido, mas o TRT acatou um outro pedido, feito pelo Sindiclubes, o sindicato de funcionários de clubes do Rio de Janeiro. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) tenta reverter a decisão.

Com a decisão de Filipe Olmo, o Flamengo não poderá entrar em campo pelos próximos compromissos pela Libertadores e pelo Campeonato Brasileiro. No torneio continental, o Fla perderia o jogo contra o Independiente Del Valle, nesta quarta-feira (30), no Maracanã. Já pelo Brasileirão, a equipe carioca não poderia disputar as partidas contra Athletico Paranaense, no próximo domingo (4); Sport, no dia 7 de outubro; e o clássico contra o Vasco, em 10 de outubro. O regulamento do campeonato prevê punições para times que se beneficiarem de decisões da “Justiça comum” para não entrarem em campo.