Lanús passa nos pênaltis pelo San Lorenzo e pega o River na semi da Libertadores

  • Por Estadão Conteúdo
  • 22/09/2017 09h27
Demián Estévez / EFECom duas defesas nos pênaltis, Andrada foi o herói da classificação do Lanús

O Lanús surpreendeu o San Lorenzo e garantiu vaga nas semifinais da Copa Libertadores nesta quinta-feira (21). Em casa, a equipe superou a derrota na ida por 2 a 0, devolveu o mesmo placar e conseguiu a classificação nos pênaltis. O herói foi o goleiro Andrada, que defendeu duas cobranças do adversário.

Esta é a primeira vez que o Lanús chega às semifinais da Libertadores, e agora terá pela frente outro argentino, o River Plate, que passou pelo Jorge Wilstermann com um histórico 8 a 0 nesta quinta. Na outra semifinal, o Grêmio terá pela frente o Barcelona-EQU, que eliminou o Santos.

Nesta quinta, o Lanús foi para cima desde o primeiro minuto, em busca da virada, e não demorou para ser premiado pela ousadia. Logo aos dez minutos, Acosta cruzou da esquerda, Mercier tirou meio sem jeito e a sobra ficou nos pés de Sand. O atacante dominou e fuzilou para a rede na saída do goleiro.

O gol aumentou o som da torcida e embalou ainda mais os donos da casa, que chegaram ao segundo gol apenas cinco minutos depois. Após cobrança de escanteio da direita, Pasquini se antecipou e cabeceou cruzado, por cobertura, sem chances para Navarro.

Com o confronto igualado, o Lanús diminuiu o ritmo e o confronto se equilibrou. Prova disso é que cada time acertou a trave em uma oportunidade até o fim do primeiro tempo. Aos 31, Acosta deu lançamento perfeito para Sand, que dominou e bateu na saída do goleiro, no travessão. Cinco minutos depois, foi a vez de Belluschi acertar o travessão em lindo toque de cobertura.

O equilíbrio seguiu como tônica da partida na etapa final, mas apenas nos primeiros minutos. Com a força da torcida, o Lanús voltou a crescer e encurralar o San Lorenzo. Os donos da casa rondavam a área adversária e só tinham dificuldades para encontrar espaço para a finalização. Ainda assim, Navarro foi obrigado a fazer algumas defesas.

Mas o cansaço pareceu incomodar o Lanús, porque os últimos minutos foram do San Lorenzo. Se aproveitando dos erros de passes do adversário, os visitantes incomodaram em duas oportunidades de fora da área, com Botta e Belluschi, mas Andrada e a falta de pontaria impediram o gol da classificação.

O duelo, então, foi para os pênaltis. E brilhou a estrela do goleiro Andrada. Belluschi, Rodríguez e Botta converteram para o San Lorenzo, mas Caruzzo e Blandi pararam no goleiro do Lanús. Pelo time da casa, aproveitamento de 100%. Alejandro Silva, Pasquini, Braghieri e Acosta acertaram as tentativas e garantiram a classificação.