Lazio é multada após torcedores exibirem adesivos de Anne Frank nas arquibancadas

  • Por Estadão Conteúdo
  • 25/01/2018 14h48
Reprodução / TwitterAdesivos com o rosto de Anne Frank vestida com a camisa da Roma foram colocados nos arredores do Estádio Olímpico em outubro

A Lazio foi multada em 50 mil euros (cerca de R$ 197 mil) nesta quinta-feira (25), pela Federação Italiana de Futebol, por conta de manifestações consideradas antissemitas por parte de sua torcida, em outubro do ano passado.

Torcedores do clube colaram adesivos com a imagem de Anne Frank – adolescente alemã de origem judaica que morreu no Holocausto – vestindo uma camisa da Roma, rival da Lazio, em diversas partes do Estádio Olímpico, na partida contra o Cagliari, no dia 22 daquele mês, em rodada do Campeonato Italiano.

Na denúncia, a Federação pediu multa e a obrigação de a Lazio mandar duas partidas com os portões fechados. No julgamento, porém, o mando de jogo sem torcida foi descartado, após a defesa do clube considerar que os adesivos foram ação de poucos torcedores.

O episódio ganhou repercussão mundial, principalmente por se tratar de uma figura conhecida internacionalmente em razão do famoso livro publicado (“O Diário de Anne Frank”). E uma investigação criminal foi aberta.

Para amenizar a situação, a Federação obrigou os jogadores a lerem um trecho do famoso livro, no gramado diante da torcida, antes do início de cada partida da rodada seguinte do Italiano. Houve também um minuto de silêncio para recordar o Holocausto.