Messi, Pelé, Maradona…Veja craques que nunca conquistaram a Copa América

  • Por Jovem Pan
  • 03/07/2019 07h16
EFEMessi, atacante da seleção argentina

Lionel Messi correu, chutou e lutou bastante, mas não conseguiu evitar a nova eliminação da Argentina em um torneio oficial. Na terça-feira (2), o atacante esteve em campo na derrota por 2×0 diante do Brasil, em confronto que culminou na queda da Albiceleste na semifinal da Copa América. Assim, o camisa 10 segue sem vencer um título representando a seleção principal.

Especificamente no campeonato sul-americano, Messi tem cinco tentativas frustradas de tornar-se campeão. Por três vezes, o astro bateu na trave e ficou com o vice-campeonato (2007, 2015 e 2016).

Desta forma, Messi só poderá triunfar na competição em 2020. Até lá, ele continua com o seu nome na ingrata lista de craques que nunca conquistaram a Copa América. Veja abaixo algumas lendas que não possuem o título de campeão da América do Sul.

Brasil: Pelé, Garrincha, Zico e outros

Três vezes campeão do mundo com a seleção brasileira, Edson Arantes do Nascimento não tem em sua vasta galeria de títulos a taça da Copa América. O “Rei” jogou apenas uma edição do torneio, em 1959, na Argentina, e até se consagrou como artilheiro com oito gols. Entretanto, o Brasil perdeu a grande decisão para a Argentina. Garrincha, outro ícone do futebol da época, também passou em branco, já que estava na campanha, ficando com dois vices consecutivos, os de 1957 e 59.

O Brasil, aliás, ficou 40 anos sem conquistar um título de Copa América (1949 a 1989). Por muitas vezes, a CBD (Confederação Brasileira de Desportos) enviou times sem as grandes estrelas, deixando o torneio em segundo plano. Desta forma, nomes como Zico, Rivellino, Sócrates e Falcão também não sabem o que é ganhar tal título.

Argentina: Maradona e Kempes

Considerado por muitos o melhor de todos os tempos, Diego Armando Maradona participou de três edições do campeonato sul-americano, mas sequer na final o antigo camisa 10 chegou. A melhor posição que Maradona conseguiu foi um terceiro lugar, em 1989.  Já Mario Alberto Kempes, ícone do título Mundial de 1978, também passou longe de vencer uma Copa América.

Colômbia: Higuita, Valderrama e Asprilla

A Colômbia só tem uma conquista: a de 2001, quando foi anfitriã. Naquele time, Aristizábal se destacou, marcando seis vezes naquela edição. Ainda assim, outros nomes de imensa representatividade do futebol colombiano não conquistaram a taça. O habilidoso Valderrama, o folclórico goleiro Higuita e o antigo atacante Asprilla são os mais conhecidos. James Rodríguez, atual camisa 10, tenta não participar dessa lista.

Chile: Elias Figueroa, Marcelo Salas, Iván Zamorano

Ídolo do Internacional, Figueroa é tratado como um dos melhores zagueiros da história. Entretanto, o máximo que ele conseguiu foi um vice-campeonato da C opa América, em 1979. Marcelo Salas, terceiro maior artilheiro da seleção chilena, e Zamorano também não conseguiram vencer a Copa América.

Paraguai: Chilavert, Gamarra e Enrico

Arsenio Enrico foi um dos melhores jogadores do continente entre as décadas de 1930 e 1940, mas não conseguiu chegar perto do título da Copa América. Décadas depois, Chilavert e Gamarra surgiram como nomes importantes do Paraguai, mas ambos também fracassaram.

Uruguai: Ghiggia e Darío Pereyra

Eternizado como autor do decisivo gol diante do Brasil e que deu o bicampeonato Mundial ao Uruguai, em 1950, no Maracanã, Ghiggia é outro que não conquistou a Copa América. Darío Pereyra, ídolo do São Paulo, participou da edição de 1975, mas também não ganhou.