Morre aos 69 anos o jornalista esportivo Antero Greco, ícone da ESPN e ex-editor de ‘O Estado de S. Paulo’

Comunicador, que marcou época na TV com o amigo Paulo Soares, foi vítima de um tumor cerebral contra o qual lutou por quase dois anos; ele deixa mulher e dois filhos

  • Por Jovem Pan
  • 16/05/2024 09h46
FELIPE RAU/ESTADÃO CONTEÚDO - 17/02/2010 Retrato do jornalista e blogueiro Antero Greco. Brasil, São Paulo, SP, 17/02/2010. Retrato do jornalista e blogueiro Antero Greco.

O jornalista Antero Greco morreu nesta quinta-feira (16), aos 69 anos, vítima de um tumor cerebral contra o qual lutou por quase dois anos. Ele estava internado havia meses no Hospital Beneficência Portuguesa, em São Paulo, para tratar a doença. Antero era uma figura icônica do jornalismo esportivo, conhecido por sua parceria com Paulo Soares, o Amigão, no comando do programa SportsCenter da ESPN Brasil, além de suas funções como repórter, editor e colunista do jornal “O Estado de S. Paulo”. Ele deixa sua esposa, Leila, e dois filhos. O velório de Antero ocorrerá ao meio-dia no Cemitério do Redentor, em São Paulo, e o enterro está marcado para as 16h.

Na última semana, Paulo Soares escreveu uma homenagem emocionada ao amigo na coluna do jornalista Juca Kfouri no UOL, revelando que o estado de saúde de Antero era grave e irreversível. “Infelizmente, o meu grande amigo Antero Greco está em seus dias finais. Tumor cerebral. Lutou desde junho de 2022, mas agora não há mais o que fazer”, relatou. Nos últimos meses, Antero reduziu sua participação na ESPN, fazendo comentários preferencialmente de casa devido ao tratamento do tumor cerebral. Em setembro de 2022, ele passou mal durante uma transmissão ao vivo do SportsCenter e foi submetido a duas cirurgias subsequentes. Em maio de 2023, o jornalista compartilhou que seu quadro havia sido rebaixado de “muito grave” para “grave” após tratamentos de radioterapia e quimioterapia.

Além do “O Estado de S. Paulo” e da ESPN, Antero também trabalhou no “Diário Popular”, “Folha de S.Paulo” e Band, onde comentava o Campeonato Italiano. Ele era um dos maiores conhecedores do futebol italiano no Brasil. Antero escreveu dois livros: “Seleção Nunca Vista” e “A Goleada” e possuía uma coleção de mais de dez mil títulos em casa. Torcedor do Palmeiras, sempre destacou a importância da imparcialidade no jornalismo: “O que importa é o que se escreve ou fala, não o time para o qual se torce”. A parceria com Paulo Soares na ESPN foi marcada por um estilo irreverente e descontraído, que conquistou o público ao longo de 30 anos. Juntos, eles apresentaram notícias esportivas com profissionalismo e leveza.

Comentários

Conteúdo para assinantes. Assine JP Premium.