Mundial Sub-17: quais promessas merecem atenção no duelo entre Brasil e Inglaterra

  • Por Jovem Pan
  • 24/10/2017 20h00 - Atualizado em 24/10/2017 20h13
Divulgação CBF Depois de eliminar a Alemanha nas quartas de final, agora a Seleção Brasileira vai pegar a Inglaterra na semi do Mundial da Índia

A Copa do Mundo Sub-17 costuma revelar grandes jogadores. Kroos, Fàbregas, Tevez, Ronaldinho, Casillas e David Silva são alguns exemplos que passaram pela competição de base promovida pela FIFA. Neste ano, na 17ª edição do torneio, não seria diferente. Na reta final do Mundial, alguns nomes já chamam a atenção dos torcedores e, principalmente, dos times e empresários.

Na manhã desta quarta-feira (25), às 9h30min, brasileiros e ingleses vão entrar em campo para disputarem uma vaga na decisão. Dono de três títulos na categoria, o Brasil vai encarar os atuais campeões mundiais sub-20 e europeu sub-19 e que vem realizando grande campanha no mundial sub-17 – quatro vitórias em cinco jogos, com 15 marcados e apenas três sofridos.

O duelo promete muitas emoções e a Jovem Pan destaca cinco promessas que podem brilhar na partida marcada para o estádio Vivekananda Yuba Bharati Krirangan, em Calcutá, na Índia. Confira:

Lincoln

O atacante de 16 anos é um dos artilheiros da Seleção Brasileira no Mundial com três gols. O camisa 9 vem se destacando desde o Sul-Americano da categoria, quando se sagrou campeão jogando ao lado do companheiro de Flamengo, Vinícius Júnior. Com uma grande facilidade para finalizar e proteger a bola, Lincoln teria despertado o interesse do Barcelona.

Paulinho

Sem Vinícius Júnior, sobrou para Paulinho liderar o Brasil no Mundial. E o meia não está decepcionando. Até o momento balançou as redes três vezes e vem se destacando pela força física e visão de jogo. A experiência entre os profissionais do Vasco parece ter colaborado para o bom desempenho – no Brasileirão marcou dois gols, ambos na vitória por 2 a 1 sobre o Atlético-MG.

Brenner

Artilheiro na categoria de base do São Paulo, Brenner é um dos destaques da Seleção na Índia. Com três gols, dois deles anotados nas oitavas de final contra Honduras, o atacante finaliza com os dois pés, além de ter um bom cabeceio. Chama a atenção também pela mobilidade. O atacante joga tanto dentro da área, quanto pelos lados do campo, podendo desempenhar mais de uma função.

Alan

Com apenas 1,63 metros, Alan é a prova de que tamanho não é documento. O camisa 10 da Seleção joga futebol de gente grande e é um dos destaques da Seleção no Mundial, além de desempenhar função importante no esquema tático de Carlos Amadeu. Nome recorrente na base da Seleção, o meia tem contrato até 2020 com o Palmeiras. Times da Europa já estariam de olho em seu futebol.

Rhian Brewster

Assim como do lado verde e amarelo, na Inglaterra o destaque do time é no setor ofensivo. Trata-se de Rhian Brewster, atacante de 17 anos e 1,76 metros. O camisa 9 inglês é forte e tem a seu favor o poder de finalizar com os dois pés, além da impulsão. Jogador do Liverpool, vem chamando a atenção do técnico Jurgen Klopp e pode ganhar chance entre os profissionais ainda esta temporada.