Na despedida de Lugano, São Paulo empata com o Bahia e fica fora da Libertadores

  • Por Jovem Pan
  • 03/12/2017 19h12 - Atualizado em 03/12/2017 20h58
MAURO HORITA / ESTADÃO CONTEÚDOEm sua despedida, Lugano reclamou de pênalti não marcado e ainda recebeu um cartão amarelo

O São Paulo empatou com o Bahia em seu último compromisso pelo Campeonato Brasileiro. Mas, o resultado não foi o bastante para garantir a sonhada vaga na Libertadores. A vitória poderia colocar o Tricolor na nona colocação, porém, com o empate, o time de Dorival Júnior terá que se contentar com a 13ª colocação e a vaga na Copa Sul-Americana.

A não classificação parece ter passado desapercebida para os mais de 60 mil torcedores que se despediram do zagueiro Lugano. O uruguaio não renovará com o São Paulo e deve assumir algum cargo no clube. O Tricolor chegou a vender ingressos por R$ 1 para a partida, promoveu ações de marketing e colocou um “camisão” com a frase “time grande não cai” no meio do gramado antes de a bola rolar.

Em campo, vestindo a braçadeira de capitão, Lugano reclamou muito de um pênalti que ele mesmo sofreu, mas que não foi marcado pela arbitragem. Logo no começo do segundo tempo, o uruguaio recebeu um cartão amarelo.

O gol que chegou a deixar o São Paulo bem próximo da Libertadores foi do garoto Brenner, de apenas 17 anos. Por conta de um recuo de bola, o Tricolor teve direito a uma cobrança de falta dentro da área. Brenner recebeu a bola tocada por Petros e chutou com força para marcar o seu primeiro gol como profissional.

Porém, o sonho da vaga durou pouco. Aos 43, o Bahia teve uma falta pelo lado direito e Eder subiu para cabecear para dentro do gol do goleiro Sidão e empatar o jogo.

Após passar 14 rodadas lutando contra o rebaixamento, o São Paulo termina o Campeonato na 13ª colocação com 50 pontos e disputará a Copa Sul-Americana em 2018. O Bahia também irá ao torneio continental ao terminar o Brasileirão na 12ª colocação. Os times voltam em campo somente em janeiro para a disputa dos campeonatos estaduais.