Na mira da Ponte, Cristaldo admite estar “muito perto” de voltar ao futebol paulista

  • Por Jovem Pan
  • 12/04/2018 16h06 - Atualizado em 12/04/2018 16h09
DivulgaçãoCristaldo deixou o Palmeiras para jogar no futebol mexicano e estava no Vélez Sarsfield, da Argentina

O retorno de Jonatan Cristaldo ao futebol paulista tem tudo para ser concretizado nos próximos dias. Em entrevista exclusiva ao repórter André Ranieri, da Rádio Jovem Pan, o ex-atacante do Palmeiras admitiu que está “muito perto” de fechar com um clube de São Paulo. Ele não revelou o nome da equipe, mas disse que ela não é da capital e disputará a Série B do Campeonato Brasileiro em 2018.

“Tive duas, três propostas de times do Brasil, mas ainda estou analisando. Estou falando muito com um time que é de fora da capital, e estamos muito perto de fechar. Ainda não fechamos, mas é um time que vai jogar a Série B. Gostei muito da proposta, da cidade deles, então pode ser que acabe fechando”, afirmou.

O clube em questão, segundo a imprensa de Campinas, é a Ponte Preta. O clube alvinegro está à procura de um camisa 9 para a disputa da segunda divisão nacional e colocou Cristaldo como prioridade. As negociações estão em curso.

O atacante de 29 anos rescindiu com o Vélez Sarsfield em janeiro e, desde então, mantém a forma com um preparador físico em Buenos Aires. Ele pertence ao Cruz Azul, do México, e não joga desde novembro.

Carinho pelo Palmeiras permanece

Revelado pelo Vélez em 2007 e com passagens pelo futebol da Ucrânia e da Itália, Jonatan Cristaldo ficou conhecido no Brasil graças ao desempenho que teve no Palmeiras. O argentino jogou na equipe alviverde de 2014 a 2016 e, em 76 jogos, marcou 20 gols.

Além disso, Cristaldo conquistou o título da Copa do Brasil – ele tem até uma tatuagem da taça nacional no braço – e ganhou a fama de “xodó” por sair do banco e balançar as redes em diversas ocasiões.

O carinho pelo Palmeiras, segundo o jogador, é eterno.

“Tanto eu como a minha família gostamos muito do Palmeiras. Eu me dei muito bem lá. Minha maneira de jogar se encaixou muito bem com o torcedor do Palmeiras. Para mim, não tem bola perdida, eu sempre dou 100%. Posso jogar bem ou mal, mas sempre trato de dar o meu máximo em campo, e o torcedor do Palmeiras gostava muito disso”, finalizou.

A entrevista exclusiva de Cristaldo a André Ranieri vai ao ar no próximo fim de semana, na Rádio Jovem Pan.

Agência Estado