‘Obrigado a Deus por esse livramento, mas tire meus amigos desta’, diz jogador que escapou de incêndio

  • Por Jovem Pan
  • 08/02/2019 12h16 - Atualizado em 08/02/2019 14h11
Reprodução/InstagramSamuel disse que conseguiu sair do quarto pouco antes da explosão do ar-condicionado, pois acordou com a fumaça no local

O jogador da base do Flamengo Samuel Barbosa, de 16 anos, estava no Centro de Treinamento do Flamengo quando o alojamento do local foi atingido por um incêndio de grandes proporções. Ele disse que conseguiu sair do quarto pouco antes da explosão do ar-condicionado, pois acordou com a fumaça no local.

Piauiense, ele usou o Twitter para dizer que está bem e torce por notícias de colegas de elenco. “Obrigado meu deus por esse livramento, mais [sic] por favor tira meus amigos dessa!!”, escreveu. Em resposta, seguidores perguntavam sobre outros jogadores e agradeciam pela vida do jovem.

Em vídeo tranquilizando familiares, o jogador contou que o ar-condicionado do local pegou fogo por conta de curto-circuito. “A maioria dos atletas está bem. Alguns não conseguiram porque a intensidade de fogo era muita, muita. Aconteceu que o ar-condicionado pegou fogo, daí foi gerando um curto-circuito em todos os ar-condicionados, pegando tudo. Foi muito rápido, muito rápido. Não deu pra conseguir chamar quase ninguém”, disse em vídeo obtido pelo jornal Cidade Verde.

Campeonato Carioca suspenso no fim de semana

A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro decidiu no fim da manhã desta sexta-feira (08) que “não haverá futebol” no Estado neste fim de semana devido à tragédia que deixou 10 mortos, entre eles jogadores da base, no centro de treinamento do Flamengo.

Em postagem no Twitter, a Federação escreveu: “Decisão! Não haverá futebol no estado do Rio de Janeiro no fim de semana devido à tragédia ocorrida no Ninho do Urubu. A @FFERJ decretou luto oficial. #ForçaFlamengo”

O incêndio

Um incêndio de grandes proporções atingiu durante o início da manhã desta sexta-feira (08) um alojamento das categorias de base do Flamengo, que fica na zona oeste do Rio de Janeiro. O incidente deixou 10 mortos, entre eles quatro jogadores do clube, dois que faziam testes e mais quatro funcionários.

Outros três jogadores da base ficaram feridos. Eles foram identificados pela Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro. São eles Cauã Emanuel Gomes Nunes, 14 anos; Francisco Diogo Bento Alves, 15 anos; e Jonathan Cruz Ventura, 15 anos. Este último inspira mais cuidados e, segundo a Bandnews, terá que passar por uma cirurgia.