Pablo vê Carille à frente até de europeus: “ele tem uma visão diferente”

  • Por Jovem Pan
  • 30/08/2017 17h03 - Atualizado em 30/08/2017 18h08
Pablo e Fábio Carille são dois dos pilares da defesa do Corinthians, a menos vazada do Campeonato Brasileiro.

Titular absoluto da zaga do Corinthians, Pablo jogou no futebol europeu de 2015 a 2017. Foram quase duas temporadas no Bordeaux, da França, antes de ser emprestado ao clube alvinegro, em janeiro deste ano.

Do outro lado do Atlântico, o zagueiro trabalhou com três treinadores franceses: Willy Sagnol, Ulrich Ramé e Jocelyn Gourvennec.

Todos o fizeram evoluir, mas nenhum como Fábio Carille.

Foi isto, pelo menos, o que o próprio Pablo garantiu, em entrevista exclusiva a Flavio Prado que vai ao ar no próximo fim de semana, na Rádio Jovem Pan.

Durante o bate-papo, o destaque da defesa corintiana encheu o jovem técnico de elogios. “Eu costumo dizer que o Carille está uns dois passos à frente. Em esquema tático, posicionamento… Eu nunca tinha trabalhado com um treinador com essa visão, mesmo lá fora”, afirmou.

“Ele tem uma visão completamente diferente do futebol. De parte defensiva, fechamento de espaços, muitos detalhes que fazem a diferença em um jogo… E o resultado está aí”, acrescentou.

Para Pablo, o técnico do Corinthians é acima da média quando o assunto é defesa. Carille, que era o responsável por comandar as atividades defensivas na Era Tite, surpreendeu o zagueiro de 26 anos com o nível de complexidade de seus treinos.

“Ele posiciona o atleta de uma forma diferente e ensina a fazer uma leitura diferente, de uma jogada que ainda não está nem no seu setor. A bola está do lado direito, e já tem um fechamento de espaço, da linha, se desenhando com todo mundo junto. Isso faz toda a diferença no futebol. Quanto menos espaço você dá para o adversário, menor a chance de perder o jogo”.

Na última terça-feira, em entrevista exclusiva ao Esporte em Discussão, da Rádio Jovem Pan, Fábio Carille admitiu pela primeira vez o desejo de trabalhar na Europa.